Lideranças das entidades de classe dos policiais militares e civis e dos inspetores penitenciários comentam “reajuste” salarial anunciado pelo governo Hartung para março de 2018

O governador Paulo Hartung (PMDB) e o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Régis Mattos Teixeira, divulgaram na sexta-feira (22/09) o Projeto da Lei Orçamentária Anual 2018, encaminhado à Assembleia Legislativa. A  peça orçamentária prevê, segundo Hartung, que os salários dos servidores estaduais do Espírito Santo serão reajustados em 2018.No entanto, o governo não soube informar de quanto será o reajuste salarial. Garante apenas que deverá ser a partir de março de 2018.

Em nota, Sindipol/ES repudia ataques do presidente da OAB/ES a delegado que investiga assassinato de médica

O Sindicato dos Servidores Policiais Civis do Estado do Espírito Santo (Sindipol/ES) divulgou Nota de Repúdio nesta sexta-feira (22/09) em que defende as investigações no âmbito do Inquérito Policial número 0027536- 22.2017.8.08.0024, presidida pelo titular da Delegacia de Homicídio e Proteção à Mulher, delegado Janderson Lube.

APOIO DO SECRETÁRIO DA SEGURANÇA FOI FUNDAMENTAL NAS INVESTIGAÇÕES DO ASSASSINATO DE MÉDICA: Polícia Civil está de parabéns

O engajamento institucional e até pessoal do secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, André Garcia, nas investigações do assassinato da médica Milena Gottardi Tonini Frasson foi preponderante para um desfecho positivo do caso, com uma resposta célere para a sociedade. Ao declarar, na sexta-feira (15/09) passada, um dia depois que Milena foi baleada, que se tratava de crime de feminicídio e de mando, André Garcia deixou claro que não aceitaria nenhuma interferência externa nas investigações.

BLOG DO ELIMAR CÔRTES FOI O ÚNICO VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO A INFORMAR E A SUSTENTAR AS SUSPEITAS DO ENVOLVIMENTO DE HILÁRIO FRASSON NO CRIME: Preso policial civil acusado de mandar matar médica

A Polícia Civil prendeu na tarde desta quinta-feira o investigador de Polícia Hilário Antônio Fiorot Frasson, 44 anos, um dos dois acusados de mandar matar a médica Milena Gottardi Tonini Frasson. A prisão foi determinada pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Vitória (Privativa do Júri da Capital), Marcos Pereira Sanches, atendendo pedido do delegado Jandereson Lube, da Delegacia de Proteção e Homicídio da Mulher.

Mortes misteriosas, crimes sem punição e ligação com o poder marcam a família do fazendeiro preso pela morte de médica no Espírito Santo

Mortes misteriosas, denúncia de participação em grupos de extermínio, ligação com policiais militares acusados de pistolagem. Esta é a situação que ronda o fazendeiro Esperidião Carlos Frasson, 71 anos, preso nesta quinta-feira (21/09) pela acusação de ser um dos mandantes do assassinato de sua nora, a médica Milena Gottardi Tonini Frasson. Esperidião é pai do investigador de Polícia Hilário Antônio Fiorot Frasson, também investigado pela morte de Milena, de quem estava se separando – a médica foi assassinada a tiros no dia 14 deste mês.

ESPERIDIÃO FRASSON É ACUSADO DE SER UM DOS MANDANTES DO CRIME: Polícia prende sogro da médica assassinada na saída de hospital

Réu em dois processos criminais,  o fazendeiro Esperidião Carlos Frasson, 71 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (21/09), em Fundão. Foi preso pela acusação de ser um dos mandantes do assassinato de sua nora, a médica Milena Gottardi Tonini Frasson, que era casada com o investigador de Polícia Hilário Antônio Fiorot Frasson.

JEFFERSON FORATTINI, QUE JÁ FOI CONDENADO POR ROUBO DE CARGAS, AGORA É RÉU PELA ACUSAÇÃO DE LAVAGEM DE DINHEIRO: Policial civil é acusado de ocultar mais de 11 milhões de reais no Espírito Santo

O escrivão de Polícia Civil aposentado Jefferson Forattini Peixoto de Lima virou réu em uma ação penal na Justiça Federal pelas acusações de cometer crimes contra  o sistema financeiro e lavagem de dinheiro. Depois de uma investigação sigilosa, Jefferson foi denunciado pela Procuradoria Regional da República no Espírito Santo. Ele é acusado de desviar mais de R$ 11 milhões.

HILÁRIO FRASSON TEVE APROVAÇÃO NO CURSO DE CAPACITAÇÃO EM SUBMETRALHADORA, CARABINA E ESPINGARDA HOMOLOGADA NO DIA DA MORTE DA EX-MULHER: Ex-marido da médica assassinada trabalha no Gabinete da Chefia de Polícia

No dia em que os médicos do Cias/Unimed de Vitória declararam a morte da médica Milena Gottardi Tonini Frasson, o Diário Oficial do Estado publicou Ordem de Serviço número 14-P, de 13 de setembro de 2017, em que homologou a aprovação do investigador de Polícia Hilário Antônio Fiorot Frasson no  “Curso de Capacitação em Submetralhadora Cal 40, Carabina Cal 40, e Espingarda Cal 12”, dado pela Academia de Polícia Civil do Estado do Espírito Santo (Acadepol). Milena foi baleada na cabeça na noite de quinta-feira (14/09), no estacionamento do Hospital das Clínicas, em Vitória. Hilário Frasson, ex-marido dela e investigado por suposto envolvimento no crime, trabalha no Gabinete do chefe de Polícia, delegado Guilherme Daré.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger