Assembleia vai tentar acabar com crise na segurança

O presidente da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa, deputado Josias Da Vitória (PDT), vai convocar os coronéis da ativa da Polícia Militar e o secretário de Estado da Segurança Pública, o delegado federal Rodney Miranda, para participarem de uma audiência pública da comissão.

O anúncio foi feita na tarde desta segunda-feira (09/11), logo após o término de mais uma audiência ordinária da comissão, realizada na Assembleia Legislativa. Ele quer acabar com a crise institucional entre o Alto Comando da PM e o secretário da Segurança.

Segundo o deputado Da Vitória, que é militar reformado, a intenção da audiência pública é “cessar de vez por todas com os ataques generalizados sofridos pela Polícia Militar”.

Ele se refere ao livro “Espírito Santo”, escrito por Rodney Miranda, o juiz Carlos Eduardo Lemos Ribeiro e o sociólogo Luiz Eduardo Soares e que aborda os bastidores das investigações do assassinato do juiz Alexandre Martins de Castro Filho, ocorrido em março de 2003.

O Alto Comando da PM entende que parte do conteúdo do livro denigre a imagem da PM, além de acusar oficiais que nunca tiveram seus nomes envolvidos no inquérito que investigou o assassinato do juiz e nem nos processos judiciais.

O deputado Da Vitória se reuniu com um grupo de coronéis da ativa, na manhã desta segunda-feira, no Quartel do Comando Geral, em Maruípe, e concluiu que os oficiais estão preocupados em defender “a honra da PM”.

“O sentimento de toda a instituição militar é se defender dos ataques contidos no livro. Toda a instituição quer trabalhar para melhorar a segurança pública do Estado. De qualquer forma, a própria sociedade capixaba está sendo atacada indiretamente dentro do livro”, disse Da Vitória.

Ele encaminhará ofício ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Élcio Álvares (DEM), para que a Casa solicite ao governador Paulo Hartung autorização para que Rodney Miranda participe da audiência pública que discutirá a crise institucional entre a PM o secretário.

Da mesma forma, será encaminhado ofício ao comandante geral da PM, coronel Oberacy Emerich Júnior, informando-o sobre o convite feito aos coronéis da ativa para que participem da audiência no mesmo dia que Rodney Miranda. A data, no entanto, ainda será definida pela Comissão de Segurança.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger