Transparência Capixaba apoia o movimento dos coronéis

Em correspondência eletrônica enviada a um dos coronéis da Polícia Militar, o presidente do Conselho Deliberativo da Transparência Capixaba, o promotor de Justiça Leonardo da Costa Barreto, declarou que a entidade apoia o movimento dos oficiais da PM em represália ao secretário de Estado da Segurança Pública, o delegado federal Rodney Miranda.

“Fico feliz que a Polícia Militar tenha propostas e homens e mulheres com vontade de mudar a catástrofe que aí está. Sonho com a Polícia Interativa, o Corredor de Segurança, a Polícia Comunitária, o Pro-Pas”, diz Leonardo Barreto, em um dos trechos da correspondência.

O apoio da Transparência Capixaba é em relação à briga travada entre os coronéis da ativa da PM com Rodney Miranda em função do livro “Espírito Santo”, escrito pelo secretário, o juiz Carlos Eduardo Lemos Ribeiro e o sociólogo Luiz Eduardo Soares.

O livro revela, segundo os autores, bastidores das investigações do assassinato do juiz Alexandre Martins de Castro Filho, ocorrido em março de 2003.

No livro, os autores acusam alguns militares de tentar prejudicar as investigações. Os nomes dos militares, no entanto, não aparecem nos processos e eles sequer chegaram a responder a processo. Os oficiais da PM alegam que os autores do livro teriam denegrido a imagem da PM.

Na semana passada, os oficiais decidiram que Rodney Miranda “não tem mais clima” para continuar como “secretário da Segurança da PM”, ao mesmo tempo em que criticaram a falta de uma política de combate à violência no Estado.

Em outro trecho do email, Leonardo Barreto lembra que a cúpula da segurança pública não conseguiu reduzir os índices de criminalidade e também critica a falta de “interação” a cúpula e a sociedade:

“(Eles) Não interagem, não gostam de críticas ou sugestões...O que fizeram? Quais índices cairam? É subestimar demais os capixabas como nós que temos amor a nossa terra. Temos muitos valores que poderiam ser muito bem aproveitados e com uma dinâmica mais eficaz”.

Por fim, Leonardo Barreto conclui: “Uma coisa eu garanto, a AMPIB (Associação dos Moradores da Ilha do Boi) e a Tansparência Capixaba apoiam integralmente a movimentação dos coronéis, vez que, além de ousar criticar publicamente a PM, o secretário (Rodney Miranda) não disse a que veio até os dias de hoje. Cadê o plano de segurança?”

Saiba Mais

A Transparência Capixaba é uma entidade não-governamental, sem vínculo político-partidário e que não recebe verbas públicas, que visa lutar pela transparência pública, combater a corrupção, defender o controle social técnico e da sociedade e a participação popular e estimular a conscientização sobre esses temas. A proposta inicial foi buscar dar alguma contribuição para ajudar a resolver o problema e não esperar somente por uma ação do Estado.

Outro lado

A assessoria de imprensa de Rodney Miranda disse que, por enquanto, o secretário não vai se posicionar, para a imprensa capixaba, sobre o movimento dos coronéis.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger