Emoção marca posse da nova diretoria da ACS

Sob uma forte emoção, Carlos Roberto Caetano passou a presidência da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Bombeiro Militar do Espírito Santo (ACS) para o cabo Jean Ramalho Andrade, em solenidade realizada na noite de sexta-feira (08/01), na sede recreativa da entidade, em Jardim Camburi, Vitória.
Roberto Caetano chegou a chorar em alguns momentos de seu discurso, em que agradeceu o apoio recebido dos diretores, dos associados, dos comandantes da PM e do Corpo de Bombeiro, dos deputados estaduais cabo Josias Da Vitória e Sargento Walter e do governador Paulo Hartung – por ter se sensibilizado com as necessidades dos militares e aprovado pleitos da ACS.
Caetano também relembrou as conquistas obtidas nos seis anos de suas duas administrações, mas frisou que novas vitórias terão que ser concretizadas no próximo triênio, na administração de Jean Ramalho.
Por fim, Roberto Caetano foi bastante aplaudido pela plateia – inclusive de pé –presente na sede da ACS e agradeceu o apoio recebido, sobretudo, de sua família.
Também em tom de emoção, o cabo Ramalho fez um discurso mais voltado para o futuro. Depois de agradecer o apoio de seus familiares e da diretoria que deixa a ACS, Ramalho conclamou os associados a fazerem parte do futuro da ACS. Demonstrou otimismo à concretização de novas conquistas.
A mesa das autoridades foi composta por Caetano, Jean Ramalho; o deputado federal Capitão Assunção; os deputados estaduais Josias Da Vitória e Sargento Walter; o secretário de articulação Política da Prefeitura de Vitória, José Roberto Dudé, que representou o prefeito João Coser (PT); o corregedor geral da PM, coronel Marcos Aurélio Capita, representando o comandante geral da corporação, coronel Oberacy Emerich Filho; os vereadores Cei de Tropical (Serra) e Olmir Castiglioni (Colatina); o coronel da reserva Carlos Augusto, da Associação de Militares da Ativa e da Reserva; o vice-presidente do Clube dos Oficiais, coronel Martinho Pancini; o vice-presidente da Associação de Subtenentes e Sargentos, sargento Terra; e o sargento Leal.
Centenas de praças – soldados, cabos e sargentos – militares e oficiais da ativa e da reserva participaram da solenidade de posse ao lado de seus familiares.
Quem também prestigiou a posse foi o chefe de Relações Públicas da Polícia Militar (PM-5), tenente–coronel Ronalt Willian de Oliveira, que foi o mestre de cerimônia da festa, tendo ao lado, como ajudante, a soldado Tiara.
As autoridades que discursaram fizeram questão de elogiar o presidente que sai, Roberto Caetano, e o que entra, Jean Ramalho. Sobre Caetano, elogiaram sua honestidade, sabedoria, dedicação total à ACS e, principalmente, sua disposição de fazer cumprir as metas traçadas por sua diretoria, que foram, dentre outras, a de melhorar o padrão de vida dos militares e seus familiares.
Sobre Ramalho, destacaram sua raça e inteligência em favor da categoria.
“Cabo Ramalho tem uma sagacidade muito grande para entender as coisas complexas. Sua capacidade de raciocínio é muito rápida. É, de fato, um militar voltado para os tempos modernos”, destacou o deputado Josias Da Vitoria.
“Ele (Ramalho), com certeza, aprendeu muito com Roberto Caetano nesses últimos seis anos e agora vai colocar em prática toda sua inteligência em favor dos militares”, acrescentou Da Vitória.
Durante a transmissão do cargo, uma surpresa: Caetano recebeu um telegrama, assinado pelo comandante da Diretoria de Apoio Logístico (DAL) da PM, coronel Julio Cezar Costa. No telegrama, lido pelo mestre de cerimônia, tenente-coronel Willian, Julio Cezar Costa ressalta as vitórias conquistadas por Caetano e sua inteligência e honestidade.
Relembra as dificuldades que Caetano teve para vencer e conclui que se sente orgulho de ser filho de um praça – o pai do coronel Julio Cezar é o cabo da reserva Lastênio.
Na solenidade foram homenageados os ex-diretores Márcio Barbosa da Silva (1° Secretário) e Vladimir de Assis Ribeiro (1° Tesoureiro); o presidente da Comissão Eleitoral para a Diretoria Executiva, Jorge Henrique Silvestre; o presidente da Comissão Eleitoral para o Conselho Deliberativo, Alexandre Pereira; e o presidente que sai, Roberto Caetano. Todos receberam placas da ACS.
A nova diretoria empossada está assim composta: Presidente: Jean Ramalho; vice-presidente, Carlos Roberto Caetano; 1° Secretário, Alexandre Pereira; 2° Secretário, Josimar Noval Braga; 1° Tesoureiro, Edvaldo Pereira; 2° Tesoureiro, Flávio Gava de Oliveira; Diretor Jurídico, Moabio Washington Mendes; Diretor de Pessoal, Clemilson da Silva Pereira; e Diretor Social e Relações Públicas, Ângelo Gomes de Almeida.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger