Deputado Josias Da Vitória elogia ações do secretário estadual da Educação

As últimas medidas de disciplina – que no fundo visam reduzir os índices de violência nas escolas – adotadas pelo secretário de Estado da Educação, Haroldo Corrêa Rocha, foram elogiadas pelo deputado estadual Josias Da Vitória (PDT), em discurso na sessão desta terça-feira (09/02) na Assembleia Legislativa.
O secretário Haroldo Rocha anunciou que um edital do concurso público para contratação de professores e pedagogos será lançado até a próxima sexta-feira, dia 12. Estão previstas 902 vagas: 285 para pedagogos e 617 para professores. O salário será de R$ 1.583,40 para professor com licenciatura plena; de R$ 1.692,60, para o profissional com especialização; de R$ 2.184,00, para os que têm mestrado; e de R$ 2.839,20 para quem tem doutorado.
Também anunciou que pais vão receber as notas dos filhos por meio de mensagens de celular, além do controle eletrônico do acompanhamento feito com alunos de baixo rendimento.
Segundo a Sedu, até o mês de março começa a ser testado na rede estadual o serviço de Boletim Eletrônico enviado por celular para pais de alunos. A mensagem será enviada via SMS (torpedo) com as notas ao fim de cada trimestre.
Na semana passada, Haroldo Rocha já havia divulgado novas regras disciplinares dentro das escolas. O aluno que não cumprir pode ser suspenso e transferido para outro colégio.
“Gostaria de parabenizar o papel de suma importância que o secretário Haroldo Corrêa Rocha vem desempenhando ao longo deste governo. Sem muito show pirotécnico, o secretário está realizando uma verdadeira revolução na educação capixaba”, disse o deputado estadual Josias Da Vitória, que é cabo reformado da Polícia Militar.
Ele lembrou que pela Sedu já passaram educadores de renomes e gente ligada ao sindicalismo, seja do lado do professor ou do lado patronal. Passaram também políticos que, ao longo de suas gestões, pensaram não na forma de “educar nossos jovens, mas sim em construir ginásios de esportes para tirar proveito eleitoreiro”.
Com o secretário Haroldo Rocha a situação é diferente, frisou Da Vitória. “Ele vem dando exemplo de que uma boa educação começa com boa formação, sobretudo, de nossos jovens. Em sua administração, ele melhorou o salário dos professores, promoveu diversos concursos públicos e agora vem apresentando regras para ajudar na formação moral e intelectual da juventude capixaba”.
Da Vitória lembrou que o secretário Haroldo Rocha anunciou medidas de impacto, que dão ao aluno mais responsabilidade na sala de aula, aumentando, assim, o respeito com colegas e com professores.
Entre as medidas, destacou o parlamentar, está a punição a aluno da rede estadual de ensino que xingar e agredir professores. Esse estudante vai ser transferido para outra escola; a Sedu vai lavrar um boletim de ocorrência na polícia; e o pai do aluno indisciplinado será chamado a depor.
Outras medidas adotadas pela Sedu prevêem a proibição de namoro nas dependências das escolas; o uso de bonés, roupas curtas, óculos escuros e aparelhos de telefones celulares em sala de aula.
O secretário Haroldo Rocha também anunciou a proibição de barulho excessivo nas escolas, assim como será punido o aluno flagrado com revistas pornográficas ou usando drogas.
“Eu me recordo que antigamente era motivo de orgulho estudar em escola pública estadual. Esse orgulho foi deixado de lado em governos anteriores, mas, graças, principalmente, ao desempenho do secretário Haroldo Corrêa Rocha, estudar num colégio estadual hoje em dia é motivo de satisfação para o povo capixaba”, afirmou o deputado Da Vitória.
Outra medida adotada pelo governo, no campo da educação, é o fato de que a Secretaria de Estado da Educação, ao longo deste ano de 2010, vai aplicar R$ 1 bilhão e 16 milhões de reais em programas e medidas de reforço das estratégias de ensino nas 583 escolas do Espírito Santo.
O investimento vai servir para a Sedu implantar um sistema virtual de envio do boletim dos estudantes através de torpedos para celulares dos pais dos alunos, o que é uma decisão super interessante.
Entende o secretário Haroldo Rocha que a intenção do governo do Estado é estreitar a relação com as famílias de 310 mil alunos que hoje estão em escolas estaduais.
“Vou repetir aqui uma frase que a imprensa está atribuindo ao secretário Haroldo Corrêa Rocha, que reflete o espírito de revolução social que está sendo adotado na educação estadual:
‘Toda tecnologia que nós estamos usando sempre controla melhor o que estamos fazendo e abre uma janela de comunicação com as famílias. Não há como contribuir para a formação do aluno se a família não participa disso”.
Por fim, Da Vitória disse: “Conclamo daqui às famílias que têm filhos nas escolas públicas estaduais a abraçar e defender com veemência as novas medidas adotadas pelo secretário da Educação, Haroldo Rocha. Essas medidas têm uma importante finalidade, senhores deputados: melhorar e aumentar o grau de aprendizado e de responsabilidade de nossos jovens alunos.”
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger