Seguro de R$ 3,50 cobre morte por bala perdida

O Bradesco acaba de criar um seguro chamado Primeira Proteção para proteger a família de quem morre por bala perdida e acidentes de trânsito e doméstico. Segundo o jornal carioca O Dia, o seguro é oferecido em teste na agência da Rocinha, favela do rio de Janeiro, e custa apenas R$ 3,50 ao mês e paga R$ 20 mil. Pelo menos 330 pessoas já compraram o seguro para se precaver.
O Primeira Proteção está em teste e será levado para todo o País a partir deste mês de março. Além do seguro, o Bradesco oferece para quem aderir sorteios mensais de R$ 20 mil. “As pessoas têm percepção de que pode acontecer com qualquer um. Já o conceito de morte é mais distante”, explica Eugênio Velasques, diretor da Bradesco Vida e Previdência.
O lançamento permite ao Bradesco conhecer melhor o público das classes C, D e E. Para Alexandre Penner, diretor técnico da Superintendência de Seguros Privados (Susep), que regula o setor, o importante é incluir no sistema financeiro quem está excluído.
“Cem milhões de pessoas poderão ter mais garantia. A morte de alguém da família pode dar um grande baque na situação econômica. O microsseguro tenta amenizar isso”, afirmou Penner ao O Dia.
Segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP), o Estado do Rio de Janeiro teve 143 casos de bala perdida de janeiro a setembro de 2009.
Interessante a ideia do Bradesco Seguro. Quando chegar ao Espírito Santo, com certeza muitos capixabas farão o seguro. Por aqui, é normal a ocorrência de vítimas de bala perdida, principalmente na guerra entre traficantes que ocorre quase que diariamente pelas ruas de bairros da periferia da Grande Vitória.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger