"Nunca tive essa explosão de raiva", diz professor em A Gazeta

Desde os primeiros momentos em que o Blog do Elimar postou – em primeira mão – a informação sobre a denúncia de agressão do professor e jornalista Victor Gentilli contra uma estudante do curso de Comunicação da Ufes, o acusado vem sendo procurado para dar sua versão do episódio.

Tão logo começou o tumulto, dentro de uma sala de aula na Ufes, o professor Gentilli foi socorrido por seus colegas e levado, posteriormente, por sua mulher para um hospital.
As ligações para o celular do professor e de sua mulher, feitas pelo Blog do Elimar, foram em vão.

No entanto, em sua edição desta quinta-feira (30/09), o jornal A Gazeta traz a versão de Victor Gentilli, que o blog reproduz na íntegra:

O professor Victor Gentilli alega que teve um momento de grande irritação e que, por isso, jogou o notebook e a mesa no chão. Ele conta que pode ter sido influenciado pelo efeito da medicação que toma para um problema de saúde. O professor ressalta que um médico foi procurado e que, hoje, ele deve ser consultado.

Gentilli ressaltou também que não teve a intenção de atingir a menina com o notebook e que a discussão não tinha relação com nenhum aluno ou com a disciplina. "Eu joguei o notebook em direção ao chão. Não foi para atingir ninguém. Eu nunca tive esse tipo de reação, essa explosão de raiva. Mas eu não sei dizer o que causou isso", relata.

O professor disse que vai pedir desculpa aos alunos e que já entrou em contato com a Ouvidoria da universidade. "Eu errei e peço desculpas. Foi uma falha grave e assumo toda a responsabilidade", afirma Gentili, que disse que retorna às aulas com o parecer do médico. Sobre as faltas relatadas pelos alunos, ele afirmou que faltou uma vez para a viagem para Bogotá e outras por motivos de saúde. Os alunos foram avisados, segundo ele, e todas as aulas são repostas.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger