Anderson Faneli encerra fase vitoriosa no sistema prisional capixaba

Ex-militar do Exército, onde chegou a trabalhar com o saudoso general de Brigadas Luiz Edmundo de Souza e Mello, Anderson Perciano Faneli está se desligando de uma das coordenadorias do sistema prisional do Espírito Santo, que ele ajudou a modernizar e melhorar nos últimos anos.

Faneli chegou à Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) em 2004, quando assumiu a direção da Casa de Custódia de Vila Velha (CASCUVV), a pedido do então secretário da Justiça, Fernando Zardini.

Foi também subsecretário da Sejus e vinha respondendo pela direção do Centro de Detenção Provisória de Guarapari há oito meses, desde a sua implantação na Sejus.

Faneli, que sempre soube agradecer e retribuir o carinho que recebe das pessoas, se despede da Sejus, enviando uma carta a seus amigos e colaboradores, que o blog publica abaixo.


Aos amigos da Secretária de Justiça,
Venho comunicar que a partir do dia 01 de fevereiro de 2011 encerro minhas atividades nessa honrada Secretária de Justiça.

Desde o ano de 2004, quando assumi como Diretor da Casa de Custodia de Vila Velha - CASCUVV a pedido do então Secretário, Dr. Fernando Zardini, atual Procurador Geral do Ministério Público do Espírito Santo, recebi a árdua missão de erradicar/evitar fugas naquela Unidade, mesmo após uma crise, onde se perderam 50 presos por fuga.

Porém, como o grande esforços dos Agentes Penitenciários, funcionários administrativos e Policiais Militares, conseguimos ficar por aproximadamente dois longos anos sem que houvesse qualquer indicio de fuga, sendo encontrados diversos objetos ilícitos nas primeiras revistas como uma televisão na sintonia de frequência do antigo COPOM, atual CIODES, duas pistolas e um revolver, além de um rádio HT da Unidade, em poder dos internos, que ajudou no monitoramento da fuga de citados 50 presos.

Além disso, foram realizadas diversas reformas estruturais, campeonatos de futebol entre os internos das Unidades, que consequentemente resultaram já no ano de 2006, na minha indicação para Diretor Geral dos Estabelecimentos Penais, e posteriormente, no ano de 2007/2008, nova indicação, desta vez para Subsecretário para Assuntos do Sistema Penal, por onde permaneci por maior tempo. E no ano de 2009/2010, na Direção Geral dos Estabelecimentos Penais, trabalhando vigorosamente pela reconstrução do sistema penal de nosso Estado.

Atualmente, na direção do Centro de Detenção Provisória de Guarapari há oito meses, desde a sua implantação na SEJUS, vislumbro uma Unidade organizada, disciplinada e reconhecida por mérito em seu atendimento, apesar de tantas dificuldades, pois já estamos em funcionamento há quinze meses, sem telefone fixo e internet, mas garantindo primordialmente que todos os serviços sejam efetivados. Apesar de estarmos com a população carcerária acima 18% da sua capacidade, com 645 internos.

Durante esse período enfrentamos diversas dificuldades nessa difícil missão, foram rebeliões em 2006, ônibus queimados, morte de Agente Penitenciário e a necessidade de transferência de lideranças do sistema penal para presídios federais.

Insta ressaltar que, por ter vivido as angústias e realidades das Unidades Prisionais, conheço as dificuldades e discriminações sofridas por quem defende funcionários que exercem funções operacionais (na ponta do sistema), algumas vezes fui mal compreendido por setores dessa Secretária, sofri retaliações, porém garanti acima disso que fossem inteiramente respeitados no exercício de suas funções.

Espero que nessa continuidade de reconstrução da Secretária as ingerências políticas não comprometam o excelente trabalho realizado pelo atual Secretário de Justiça, Ângelo Roncalli.

Em especial, meus sinceros agradecimentos pelo companheirismo durante essa luta por um Estado mais justo e organizado, as autoridades Dr. Fernando Zardini, Procurador Geral do Ministério Público do Espírito Santo, Ângelo Roncalli, Secretário de Justiça, todos os Diretores, Agentes Penitenciários e funcionários administrativos das Unidades Prisionais e da SEJUS, que me serviram de grande aprendizado e experiência na área da segurança pública estadual.

Agradeço ainda pela oportunidade de realizar duas pós graduações, tornando-me assim especialista em segurança pública privada e corporativa e inteligência em segurança pública. Além disso, a monografia por eu apresentada representou o nosso Estado e país no 3º Encontro Mundial de Políticas Públicas em Direitos Humanos e Segurança Pública, com o apoio do Ministério da Justiça, na cidade de Montevideu, Uruguai.

Por fim, coloco-me a disposição, pois apesar de estar prestes a encarar um novo desafio na área de segurança pública, estou consciente de que a minha missão junto ao meu Estado foi cumprida e saio com a sensação de dever cumprido, por ter parcela importante na reconstrução de um novo sistema penal do Estado do Espírito Santo.

Cordialmente,


ANDERSON PERCIANO FANELI
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger