Coronel Julio Cezar é submetido ao Conselho de Justificação da PMES

Um dos criadores da Polícia Interativa, o coronel Julio Cezar Costa acaba de ser afastado da Diretoria de Tecnologia da Informação da PM e ainda está sendo submetido ao Conselho de Justificação da PMES.

O ato está publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (02/02), por ordem do comandante geral da PM, coronel Anselmo Lima, mas assinado pelo secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Henrique Herkenhoff.

O coronel Julio Cezar responderá a um processo administrativo por ter falado a palavra “merda” durante uma ordem dada a um capitão do Ciodes, em julho do ano passado, e repassada à imprensa de maneira criminosa – pois as gravações do Ciodes são segredo de Estado.

O Ministério Público entende que, ao falar a palavra “merda”, o coronel Julio Cezar não cometeu nenhum crime militar. Por isso, devolveu os autos ao Comando Geral da PM, a quem caberia decidir abrir ou não uma sindicância administrativa para investir possível transgressão disciplinar.

Inocentado pelo Ministério Público Estadual, ele acabou “ganhando” a ira de alguns coronéis da PM pro ter feito denúncia de irregularidades no Alto Comando da Polícia Militar – citando, inclusive, o ex-comandante Oberacy Emmerich Júnior e o atual comandante geral da Corporação, coronel Marco Aurélio Capita.

O Conselho de Justificação é formado por coronéis do Alto Comando. O simples fato de mandar um oficial ao Conselho de Justificação já é considerado uma “condenação”. Porém, caso seja considerado culpado, o coronel Julio Cezar pode ser expulso da PM e perder a parente.

A decisão do secretário Herkenhoff – que atendeu pedido do comandante geral Anselmo Lima – pegou de surpresa praças e oficiais da corporação. Somente oficiais que cometem delitos acima do que o comando considera “gravíssimos” são submetidos ao Conselho de Justificação. Crimes gravíssimos são, por exemplo, assassinatos, latrocínio (roubo com morte) e tráfico de drogas.

O coronel Julio Cezar Costa é o criador da Polícia Interativa – que hoje é exemplo em vários estados brasileiros – e desenvolveu números projetos de modernização da PMES enquanto esteve à frente da Diretoria de Apoio Logístico.

A Polícia Interativa foi escolhida como uma das cinco melhores experiências de comunitarização de segurança no mundo, com o reconhecimento dado no ano passado na Inglaterra – a premiação foi dada à PM de São Paulo, que copiou o modelo capixaba –, e ainda bicampeã nacional entre as melhores práticas de polícia no Brasil.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger