Novo sistema de radiocomunicação vai evitar interferência de bandidos na linha da polícia

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) apresentou na tarde desta terça-feira (22/03) o novo sistema de radiocomunicação digital que dentro de 30 dias passará a ser usado pelas polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros do Espírito Santo.

A partir da implantação do sistema, os bandidos da Grande Vitória que possuem rádio de comunicação não conseguirão mais ter acesso ás linhas das policiais e, assim, não saberão onde estará ocorrendo uma operação policial. O fato foi comemorado pelo governador Renato Casagrande:

"Vamos equipar nossa estrutura de segurança pública com tecnologia de ponta tendo como foco o objetivo maior de reduzir os índices de criminalidade e de homicídios no Espírito Santo. Por isto, este novo sistema de radiocomunicação digital que vai funcionar plenamente dentro de 30 dias irá valorizar e motivar os nossos policiais. Precisamos de resultados em curto espaço de tempo e tenho certeza de que vamos consegui-los", disse Casagrande, em solenidade no Palácio Anchieta, em que foi apresentado o novo sistema de telecomunicações da Sesp.

Segundo site da Sesp, o governo do Estado já investiu R$ 5.928.472,08 na atualização e ampliação do sistema integrado digital de radiocomunicação da segurança pública, com a aquisição de rádios transceptores digitais portáteis, estações fixas e móveis, o que garantirá ao setor um sistema de comunicação moderno e de qualidade, além da garantia da segurança das informações policiais através dos recursos da criptografia.

Com a instalação dos novos equipamentos, eles irão proporcionar que toda a comunicação entre o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) e as viaturas das polícias Militar e Civil, e entre os policiais que atuam no policiamento ostensivo, será criptografada, o que tornará o sistema mais seguro e eficiente, imune a qualquer interferência externa como ocorre com o antigo sistema.

O major Sérgio Pereira Ferreira, gerente de tecnologia da informação da Sesp, a convite do governador, explicou como funcionará o novo sistema, que será adotado em todas as viaturas das polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros, inicialmente em todos os municípios da Grande Vitória.

Ele destacou a digitalização de toda a rede e a implantação de 560 estações móveis nas unidades policiais.

"O novo sistema que vai substituir o analógico facilitará a segurança na comunicação entre as polícias, proporcionando maior clareza da voz nas comunicações", garantiu o major.

"Estamos trocando um sistema de comunicação que vigorava desde os anos 50 pela tecnologia digital do Século 21", frisou secretário de Segurança Pública, Henrique Herkenhoff, garantindo que os policiais poderão render mais e se expor menos.

"Quanto maior o apoio tecnológico, maior eficiência e motivação terá o nosso pessoal para combate direto à criminalidade, principal objetivo do Governo. Saímos de um estágio onde o policial contava apenas com a viatura e armamento para o uso da melhor tecnologia disponível no Século 21", acrescentou o secretário de Segurança, garantindo que os próximos passos serão na direção de levar o sistema para todo o Estado.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Lima, destacou que "as novas tecnologias certamente irão motivar ainda mais os policiais no enfrentamento da criminalidade".

Segundo ele, "a autoestima dos policiais militares irá crescer, e por isto esperamos um ganho pessoal e profissional muito grande com o novo sistema digital implantado pela Sesp".

O objetivo do novo projeto de telecomunicações da Segurança Pública Estadual é maximizar os índices de desempenho e eficácia no atendimento direto à população. Além disso, o novo sistema irá tornar a comunicação policial de voz e dados completamente segura e imune à interceptação de terceiros nas suas frequências, como ainda hoje tem ocorrido.

O projeto contemplou a aquisição de rádios transceptores digitais portáteis, estações fixas e móveis, o que permitirá à Segurança Pública, na Região Metropolitana da Grande Vitória, no prazo de 30 dias, que todas as viaturas do policiamento ostensivo da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar disponham da eficácia do sistema digital.

A Polícia Militar conta hoje com um total de 160 viaturas e 916 policiais por turno para atender ao Ciodes e ao trabalho preventivo e ostensivo nos batalhões de Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica e Guarapari.

A partir dos próximos dias, será possível executar o atendimento emergencial à população com agilidade e no menor espaço de tempo possível, empregando tecnologia de ponta, visando atender às metas do Governo de redução da criminalidade.

A demonstração do funcionamento dos novos radiocomunicadores digitais contou ainda com a presença do comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Fronzio Calheira Motta, e do delegado José Darcy Arruda, chefe de gabinete da Polícia Civil do Espírito Santo.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger