Justiça cassa a carteira de motorista de coronel PM que se recusou a fazer teste do bafômetro

O juiz Marcelo Loureiro, da Vara de Central de Inquéritos, decidiu cassar, por intermédio de medida cautelar, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do coronel da reserva remunerada da Polícia Militar Herman Antônio da Silveira, primo em primeito grau do ex-governador Paulo Hartung (PMDB).

O coronel Herman,que já foi comandante do 1° Batalhão (Vitória), havia se negado a fazer o teste do bafômetro depois de provocar um acidente de trânsito no bairro Mata da Praia, no início deste mês de maio.

O delegado Fabiano Contarato, chefe da Delegacia de Delitos de Trânsito, ressaltou que esta é uma decisão inédita da Justiça capixaba no que diz respeito à recusa do teste do bafômetro. Nesta quarta-feira (25/05), o coronel Hermam terá de comparecer à DP de Delitos de Trânsito para prestar depoimento.

No dia 5 de maio, o coronel Herman dirigia seu jipe, que bateu contra outros dois veículos. Depois de tentar escapar, ele acabou rendido e autuado por policiais militares do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv). No momento da prisão, por volta das 7h30, o coronel Hermam, segundo os militares que o detiveram, demonstrava estar embriagado.

Levado à DP de Delitos de Trânsito, Hermam se recusou a se submeter ao teste do bafômetro e a exames de sangue. Acabou sendo liberado pelo delegado Contarato, depois de assinar um Termo Circunstanciado.

A recusa do coronel Herman e se submeter aos exames irritou o delegado e o impediu de autuar o oficial em flagrante. Hermam é um dos sócios, junto com seus irmãos, da Estrutural, empresa que presta serviços para o governo do Estado e diversas prefeituras.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger