PM capixaba e Ministério Público estão de parabéns pela prisão do chefão do Morro dos Gamas: mais surpresas vêm por aí

A Polícia Militar e o Ministério Público Estadual estão de parabéns ao prender Iranilto de Souza Freitas, 51 anos, conhecido como Iranildo Gama, que é acusado de ser chefe de uma quadrilha que vende drogas e armas, assalta carros-forte, caixas eletrônicos e cargas de caminhões e ainda lidera grupos de extermínio no Estado.

A prisão de Iranildo Gama e de parte de sua gangue ocorreu durante operação na quarta-feira (25/05) e é apenas o começo de um trabalho que mais na frente vai surpreende a própria polícia.

Iranildo é tão ousado que dirigia uma caminhonete com adesivo da Polícia Civil. Não é a toa que o jornal A Tribuna denuncia, em sua edição desta quinta-feira, que da quadrilha de Iranildo fazem parte policiais civis e militares.

A Tribuna não diz, mas aí vai uma informação: a caminhonete dirigida por Iranildo pertence a um importante comerciante de Campo Grande, que se chama Gilson Gomes de Andrade, conhecido no mundo do crime como Gilson Chulé.

Ele é ligado a outros empresários e a policiais civis e militares. Há alguns anos, conforme o Blog do Elimar, já informou, Gilson Chulé teria mandado matar seu próprio irmão, Aldo da Vila, numa emboscada no bairro Vila Capixaba, em Cariacica.

Aldo da Vila também era ligado a grupos de traficantes do Morro dos Gamas, onde Iranildo é o manda chuva. Aldo da Vila era ainda líder comunitário e cabo eleitoral.

Contra Gilson Chulé há dois processos na 4ª Vara Criminal de Cariacica, que é Privativa do Júri. Um dos processos (012.08.011938-6) foi devolvido pela Justiça à Delegacia de Crimes contra a Vida de Cariacica desde o 11 de setembro de 2009 para novas diligências. Até hoje está sem solução.

O outro processo (012.95.003137-2), em que Gilson é acusado de mandar matar seu irmão, aguarda preparação para ir a júri – pelo menos é que informa a última tramitação no site do Tribunal de Justiça.

Com a prisão de Iranildo, a Diretoria de Inleligência da Polícia Militar (Dinbt) e o Ministério Público Estadual têm agora condições de desmantelar outras ações praticadas pela quadrilha de farda que dava (ou dá) apoio aos bandidos do Morro dos Gamas.

O trabalho está facilitado, porque, há menos de um mês, a Superintendência de Polícia do Interior já havia prendido um policial militar, identificado como Cleiton, que seria ligado à máfia dos caça-níqueis e a traficantes.

Antes de ser preso, Cleiton havia mandado seqüestrar e matar, segundo fontes das polícias Militar e Civil, um homem identificado como Leozinho Stein, que era acusado de comandar o tráfico na Região Serrana do Estado e em alguns bairros de Vila Velha.

Cleiton e Leozinho eram parceiros de uma mesma gangue, mas o policial, imaginando que estava sendo traído, teria mandado matar Leozinho.

Conforme o Blog do Elimar informou em postagem do dia 24 de abril deste ano, é no Morro dos Gamas que traficantes escondem drogas e armas. E é lá que eles mantêm escondidos também carregamentos de oxi, que vêm do Nordeste, e daqui seguem para São Paulo. O oxi é a nova droga da morte. Mais detalhes neste link http://elimarcortes.blogspot.com/2011/04/se-nao-tivessem-sido-engessados-no.html
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger