Governador chama atenção do comandante geral da PM por elogiar ação do BME em Aracruz

O governador Renato Casagrande (PSB) não gostou nadinha do elogio oficial que o comandante geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Lima, fez à equipe que teria agido com truculência contra mais de mil moradores, durante desocupação de um terreno em Barra do Riacho, em Aracruz.

Semana passada, tão logo tomou conhecimento do elogio – publicado em primeira mão pelo Blog do Elimar –, Casagrande convocou em seu gabinete, no Palácio Anchieta, o comandante Anselmo. Junto com Anselmo, foi também o subcomandante geral da PM, coronel Dejanir Silva.

Segundo fontes do Palácio Anchieta, o governador teria dito que aquela (elogio) não era a melhor forma do Comando Geral da PM se posicionar. De acordo com as mesmas fontes, Renato Casagrande teria ficado chateado e dado uma bronca no coronel Anselmo.

O subcomandante da PM, coronel Silva, assumiu ter sido o responsável pelo elogio, apesar de a publicação ter sido assinada pelo comandante Anselmo.

Conforme o Blog do Elimar noticiou no dia 5 de junho, o elogio foi publicado no Boletim do Comando Geral (BCG) da Polícia Militar, n° 22, de 2 de junho. Foi feito elogio a quatro oficiais do Batalhão de Missões Especiais (BME) que planejaram a operação que culminou na desocupação de um terreno da Prefeitura de Aracruz, em Barra do Riacho.

O local era ocupado por 1.500 famílias há um ano. Durante a demolição das casas, alguns moradores atiraram pedras contra os policiais que realizavam o isolamento do terreno.

Os militares revidaram com disparos de balas de borracha e bombas de efeito moral. Moradores foram feridos e expulsos do terreno. A PM cumpria ordem judicial e ação foi condenada por diversos segmentos da sociedade.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger