Comando Geral da PMES publica reconhecimento de união gay na Corporação

Agora é oficial. O Comando Geral da Polícia Militar do Espírito Santo fez publicar, em boletim da Ajudância de Serviços Gerais, o reconhecimento da união estável homoafetiva de um policial militar da Corporação com um comerciário, parceiro com quem convive há mais de 15 anos.

Com a publicação, que ocorreu no dia 11 de agosto, o cabo PM Darli Manoel Manenti de Souza fica livre para sacramentar sua união com o comerciário Antônio Pereira de Souza. Os dois, aliás, já estão com casamento marcado para setembro. A partir da publicação, Antônio passa a ter direitos e é reconhecidamente dependente do cabo Manenti dentro da PM.


O comandante geral da PM, coronel Anselmo Lima, que é ex-seminarista e católico praticante, chegou a ser pressionado por coronéis mais conservadores a não reconhecer a união gay.

Entretanto, prevaleceram o bom senso, a serenidade e a sensibilidade do coronel Anselmo, que, ao publicar o reconhecimento da união do cabo Manenti com seu parceiro Antônio, está também cumprindo uma decisão da Justiça, que em maio deste ano deu ganho de causa ao militar.

Abaixo, o teor da decisão publicada pelo Comando Geral da PM:

União Estável –Decisão Judicial

-Por Determinação Judicial contida no Ofício nº 347 de 27.05.2011 –1ª Vara de Família de Cariacica decorrente da Sentença proferida nos autos do processo nº 012.11.112236-7, expedida pela Exma. Drª.Ivone Fátima Fontana Menezes, Juíza de Direito, publico o reconhecimento judicial da união estável homoafetiva do CbPM DARLI MANOEL MANENTI DE SOUZA, RG 12.068-7/NF 825399, da CCS/Aj. Geral, com o Sr. ANTONIO PEREIRA DE SOUZA, portador do CPF nº 705.090.007-97.

Veja mais informações sobre o caso no link

http://elimarcortes.blogspot.com/2011/07/policia-militar-do-espirito-santo-vai.html
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger