Prefeito de Vitória sinaliza positivamente para edificação de memorial dos ‘Heróis da Segurança’

O prefeito de Vitória, João Coser (PT), mostrou-se simpático à ideia de criar, na Enseada do Suá, um monumento em homenagem aos policiais civis e militares e aos bombeiros militares com o ‘Memorial aos Tombados no Cumprimento do Dever’. O projeto foi apresentado pela Associação de Policiais Militares da Reserva do Espírito Santo (Aspomires) em reunião com a Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira (21/09), no gabinete do prefeito.



“O monumento é muito bonito e compõe a cidade de Vitória, que é muito exigente. É uma homenagem extremamente justa”, considerou Coser. Para o deputado estadual Josias Da Vitória (PDT), que é cabo da reserva da Polícia Militar e autor da proposta, a homenagem é legítima.

“Os nossos heróis da PM estão na galeria de nosso quartel e só os conhecem quem visita aquele espaço. Com a exposição desses nomes em local público aberto, os cidadãos poderão fazer uma reflexão sobre o ato de heroísmo que esses homens e mulheres tiveram: apostaram na sociedade em detrimento de suas vidas”, pontuou o parlamentar, que é padrinho e entusiasta da proposta.

“Impressiona a dedicação de Da Vitória às causas da polícia. Nem todos (os políticos) que se elegem por uma categoria têm esse mesmo compromisso”, parabenizou o prefeito João Coser.

Com cerca de 400 metros quadrados de extensão total, o memorial – que, pelo projeto, será edificado na entrada da Ilha do Frade, na Enseada do Suá – compreenderá um obelisco de forma triangular em granito preto apontando para o alto, que representará as conquistas dos heróis. Na base de cada triângulo será afixada uma placa de mármore branco em que serão gravados os nomes dos homenageados.

O memorial terá, ainda, um cálice que simbolizará o sacrifício de cada servidor público das corporações. Sobre esse cálice, uma pira ardeará fogo simbólico do amor e devotamento dos policiais e bombeiros. Por fim, uma cobertura de alvenaria servirá para abrigar autoridades durante as cerimônias que ocorrerem no local.

A edificação da obra – orçada inicialmente em R$ 400 mil – já foi discutida com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Rodrigo Chamoun, com os deputados membros da Comissão de Segurança da Casa e, agora, com o prefeito João Coser, que submeterá o projeto à avaliação da Secretaria de Desenvolvimento da Cidade (Sedec). O custeio do memorial será feito pelo poder público. (Com texto da Assessoria de Imprensa do deputado Josias Da Vitória).

Nota do blogueiro: Nas últimas décadas, policiais militares já elegeram vários deputados no Espírito Santo. Alguns chegaram à Assembleia e saíram como entraram: mudos e calados. Outros, se preocuparam mais em apresentar projetos de interesses particulares. Com Da Vitória, a situação é totalmente diferente.

Além de propor projetos de leis de interesse de toda a população capixaba, ele honra a categoria que representa no Legislativo. Nunca teve seu nome envolvido com nenhum tipo de irregularidade, ao contrário de outros representantes dos militares na Assembleia em passado recente. Uma pena que ainda exista uma parcela muito pequena de militares – uma minoria que só pensa no agora, no ganho efêmero, no instantâneo – que não reconhece o quanto é importante para as corporações policiais do Espírito Santo o mandato de Da Vitória, que entrou na Assembleia em 2007 e no passado foi reeleito.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger