Que casa arrumada é esta que deixaram para o senhor, governador? Casagrande pode enfrentar primeira greve na Polícia Civil

Esta história de que Paulo Hartung deixou a “casa arrumada” para Renato Casagrande um dia poderá desabar. Que o digam os operadores de segurança pública do Espírito Santo. Todas as categorias de servidores da Polícia Civil marcaram assembleia geral para discutir a recusa do governo do Estado em atender suas reivindicações. Os líderes das categorias admitem, inclusive, a possibilidade de greve.

Em seus sites oficiais, os sindicatos das categorias já estão convocando os policiais civis para assembleias gerais a serem realizadas neste mês de setembro.

A primeira assembleia será a do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado do Espírito Santo (Sindelpo), que convoca os delegados para o dia 23 de setembro (sexta-feira), com a primeira convocação às 13 horas, e segunda convocação às 13h30, no auditório da Chefatura de Polícia Civil, quando serão tratados os seguintes pontos de pauta:

1.    Posicionamento da categoria em relação ao não atendimento do Governo do Estado às nossas   reivindicações básicas (aposentadoria especial, promoção).
2.    Preenchimento dos Cargos da Diretoria Executiva.
3.    Assuntos Administrativos em geral.

Posteriormente, as entidades de classe COBRAPOL,  SINDIPOL, SINDELPO, SINPOL, ASSINPOL, APCES,  AEPC, APPES, AEPES, AGENPOL e ABML “convocam todos os policiais civis para uma Assembleia Geral, a se realizar no dia 26/09, segunda-feira, às 11h, no Pátio da PC”.  A nota, assinada pelos presidentes de todas as entidades de classe dos policiais civis, diz mais:
 

“A indignação toma conta dos policiais civis, diante do descaso sem precedentes do governo em relação a direitos básicos da categoria, notadamente o direito à aposentadoria. Reivindica-se do governo apenas direitos que todos os demais policiais do País já possuem”.
 

“O que tem sido feito pela Secretaria de Administração e pela Procuradoria Geral do Estado com os policiais civis se trata de um ato PUSILÂNIME!”
 

“As Entidades signatárias comunicam à população para ficar alerta, pois os policiais civis vão revidar à altura a agressão aos direitos da categoria!”
Os pontos da pauta a ser deliberada serão apresentados aos policiais na Assembleia Geral.
 

Os líderes das categorias encerram a nota com a seguinte mensagem:
 

“INFORMAMOS À SOCIEDADE QUE NÃO É A TOA QUE O ESPÍRITO SANTO É CONSIDERADO O ESTADO MAIS VIOLENTO DO BRASIL! O DESCASO DO GOVERNO COM OS DIREITOS DOS POLICIAIS SE REFLETE DIRETAMENTE NA SEGURANÇA DA SOCIEDADE!”

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger