Polícia Federal prende 16 pessoas ligadas à máfia dos caça níqueis no Estado

A Polícia Federal do Espírito Santo deflagrou, na manhã desta quinta-feira (20/10/2011), a Operação SAFARI, visando desarticular uma organização criminosa com atuação na exploração de jogos de azar a partir da utilização de máquinas caça-níqueis com componentes de origem estrangeira.


A Operação contou com a participação de cerca de 100 policiais, dentre Delegados, Peritos, Agentes, Escrivães e Papiloscopistas, todos direcionados ao cumprimento de 22 mandados de busca e apreensão, tanto no Espírito Santo como no Estado de São Paulo, além da prisão de 16 (dezesseis) pessoas, todas envolvidas com a exploração do jogo na Grande Vitória.

Os envolvidos presos na presente data atuam como verdadeiros empresários do jogo, tanto na operacionalização das casas, quanto no fornecimento de peças e capitalização financeira do grupo, inclusive com a participação de servidor público na atividade de consultoria e segurança.

Os crimes apurados são o de contrabando, formação de quadrilha, corrupção ativa/passiva e lavagem de dinheiro.

Dados preliminares dão conta de que as casas de jogos envolvidas faturam mais de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) anualmente, utilizados na formação de patrimônio dos principais líderes da organização.

Dezesseis pessoas foram presas e cerca de 70 máquinas caça-níqueis foram recolhidas em quatro casas de jogos na Grande Vitória na Operação Safári. Entre os presos estão um policial civil e um empresário,que é dono também de uma revenda de veículos.

As informações são da Assessoria de Imprensa da Polícia Federal.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger