Governo capixaba pagará “abono permanência” a policiais civis com 30 anos de serviço

O governo do Espírito Santo anunciou, no final da tarde de quarta-feira (23/11), que efetuará o pagamento do “abono permanência” aos policiais civis que completarem 30 anos de serviço. Os detalhes foram acertados em reunião que contou com a participação dos secretários de Segurança Pública e Defesa Social, Henrique Herkenhoff, e de Gestão e Recursos Humanos, Heráclito Amâncio Pereira Júnior.


Também estiveram presentes no encontro o chefe da Polícia Civil, delegado Joel Lyrio Junior, o presidente do Sindicato dos Servidores Policiais Civis, Willians Bermudes Nunes, e o presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil, Sérgio do Nascimento Lucas.

A decisão faz parte de uma série de ações que o governo do Estado vem realizando para valorizar os servidores públicos. O delegado Joel Lyrio destacou que o programa “Estado Presente: Em Defesa da Vida” tem metas para controle e prevenção da violência e da criminalidade, mas também para a melhoria da qualidade de vida dos profissionais da segurança pública.

"A categoria obteve neste ano várias conquistas e estamos nos empenhando pessoalmente para efetivação delas, como promoções na carreira de diversos cargos, progressão automática na tabela de subsídios, o retorno das funções gratificadas, o pagamento de bônus pela apreensão de armas de fogo, nomeação dos 135 agentes, o andamento dos concursos de investigador de polícia parado há mais de 15 anos e outro de delegados, escrivães e peritos”, explicou Lyrio.

“Estamos reconhecendo o valor daquele que se dedicou uma vida ao trabalho policial dando-lhe reconhecimento. O Governo tem ciência de quanto essas pessoas são importantes para o andamento do serviço público e melhoria na qualidade de vida da sociedade”, ressaltou o delegado-chefe.

A Secretaria de Estado de Gestão e Recursos Humanos informou ainda que os policiais civis que possuem 30 anos de serviço prestado já podem requerer o beneficio. Os servidores terão direito ao pagamento retroativo.

(Com informações da Assessoria de Imprensa da Polícia Civil)

Nota do Blogueiro: Justiça seja feira. Se tem um chefe de Polícia Civil que vem fazendo de tudo para valorizar seus colaboradores,  este se chama Joel Lyrio Júnior. Seu antecessor, Júlio César de Oliveira, que atuou sob a gerência de Rodney Miranda, ainda está na ativa, mas não fez nenhuma questão de lutar em favor da categoria. Administração moderna é isso: se faz com valorização dos profissionais. Parabéns, doutor Joel Lyrio Júnior!
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger