Advogado do PSB é preso acusado de integrar grupo do ex-comandante do Batalhão de Ibatiba

A Polícia Civil e o Grupo Especial de Trabalho Investigativo (Geti) do Ministério Público Estadual prenderam o advogado Kayo Alves Ribeiro, acusado de integrar o grupo do ex-comandante do 14° Batalhão da Polícia Militar (Ibatiba), tenente-coronel Welinton Virgínio Pereira. Presidente do Diretório Municipal de Iúna do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Kayo Ribeiro é também advogado da Executiva Estadual do PSB.

Ele e o tenente-coronel Welinton são acusados de pertencer ao grupo do empresário Eduardo Gomes de Matos, preso no dia 23 de novembro deste ano, em Iúna, pela acusação de comandar crimes de extorsão, agiotagem e pistolagem na região do Caparaó.

Já o tenente-coronel Welinton e um grupo de policiais militares foram presos no dia 30 de novembro. No dia 19 de dezembro, policiais da Superintendência de Polícia do Interior (SPI), sob o comando dos delegados Danilo Bahiense e André Cunha, prenderam o advogado Kayo Ribeiro e mais nove pessoas.

O advogado está preso em uma sala especial da carceragem do Quartel do Comando Geral da PM, em Vitória. O nome do advogado Kayo vinha sendo mantido em sigilo, mas nesta quinta-feira foi confirmado por fontes do Ministério Público e das polícias Militar e Civil. Em próxima postagem, mais informações sobre a prisão do advogado do PSB.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger