Pedido o seqüestro dos bens de investigador da Polícia Civil acusado de financiar o tráfico de drogas em bairros de Vitória

O Ministério Público do Espírito Santo (MPES) ofereceu denúncia contra 25 integrantes de uma organização criminosa acusados de controlar a distribuição de drogas no Bairro da Penha e no morro do São Benedito, em Vitória. Entre os denunciados, está o investigador da Polícia Civil Celso Machado Castelan, acusado de ser um dos financiadores do tráfico. O MP pediu à Justiça o sequestro dos bens do investigador.

Segundo os promotores de Justiça do Grupo Especial de trabalho Investigativo (Geti) que assinam a denúncia, após quase três meses de investigação se chegou a conclusão de que os “denunciados compunham com vínculos de estabilidade e permanência o núcleo duro de uma intrincada teia criminosa que dava suporte as ações ilegais promovidas por chefes do tráfico de drogas recolhidos no Presídio de Segurança Máxima I em Viana”.

A ação foi desencadeada após conclusão dos trabalhos de Inteligência que arrecadaram indícios “veementes de que o grupo denunciado dividia territorialmente aqueles bairros em áreas de atuação, inclusive, determinava a mudança de moradores que se sentiam incomodados com suas ações”.

O policial militar Wagner Guimarães Rocha, o Waguinho, e o servidor público da Prefeitura de Vitória Ismael Cirilo Vieira, o Gordinho, foram denunciados por favorecer os traficantes locais com a prisão de membros de quadrilhas rivais. O policial civil Castelan também foi denunciado “por financiar o tráfico de drogas e por lavagem de dinheiro, além de ter sido pedido o sequestro dos bens do agente público (Castelan) que possui elevado patrimônio incompatível com seus rendimentos”.

Destacam os promotores de Justiça do Geti que outros agentes públicos também são investigados e que novas prisões podem ocorrer. Além disso, o MPES destaca que graças a colaboração da Polícia Militar por intermédio do 1º BPM de Vitória e da Corregedoria da Polícia Civil houve significativo avanço nas investigações o que permitiu o ajuizamento da denúncia.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger