Um em cada cinco prefeitos capixabas é investigado pela Polícia Civil pela acusação de crimes contra a administração pública

Pelo menos 15 prefeitos do Espírito Santo estão sendo investigados pela Polícia Civil pela acusação de cometerem crimes contra a administração pública. Levando em consideração que o Estado tem 78 municípios, o número representa que, a cada cinco prefeitos, um responde a inquérito policial.

Os dados são da Delegacia de Crimes Contra a Administração Pública (Decap), que funciona na Escadaria Maria Ortiz, 28, Ed. Valia / 6º andar, no Centro de Vitória.

De acordo com a chefe da Decap, delegada Carmem Lúcia Lima Vieira de Melo, os 15 prefeitos respondem pela suspeita de cometerem diversos tipos de crimes, como desvio de recursos, má gestão, improbidade e outros.

“Só não podemos afirmar, antes da conclusão dos inquéritos, que a prática dos supostos crimes significa corrupção. Por isso é que a Decap está investigando cada caso”, explicou a delegada.

Desde 2007, segundo Carmem Lúcia de Melo, 252 inquéritos policiais estão em andamento na Decap. Os inquéritos relativos a crimes contra a administração pública praticados por servidores públicos de diversos setores.

Entre eles, podem estar secretários e ex-secretários. A delegada alega que a Decap não tem como discriminar os cargos que os acusados ocupam no setor público.

Os números da Decap são assustadores. De 2007 a 2011, foram instaurados outros 660 inquéritos para investigar se políticos e servidores públicos, denunciados à Justiça pelo Ministério Público Estadual pela prática de improbidade administrativa, agiram também de forma criminal.

O Ministério Público, depois que abre investigação contra servidor público por improbidade administrativa, encaminha o caso à Justiça. Envia ainda ofício à Decap para verificar se as pessoas denunciadas não ação de  improbidade administrativa cometeram também delitos que possam levá-las a responder por ações na Justiça Criminal.

Segundo a delegada Carmem Lúcia de Melo, a maioria dos 660 expedientes é oriunda do Ministério Público.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger