Redução de homicídios nos Territórios de Paz foi 81,47% superior à queda em todo o Estado: Comando da PM faz justo elogio aos oficiais que comandam a Polícia Interativa

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Ronalt Willian, acaba de publicar elogio individual a 15 oficiais responsáveis pelo comando da Polícia Interativa em cinco regiões da Grande Vitória. Nessas regiões, onde foram instalados os ‘Territórios de Paz’, a redução do número de homicídios num período de um ano foi 81,47% superior à queda registrada em todo o Espírito Santo.


Uma marca significativa e que demonstra que a interatividade com as comunidades é, ainda, uma das principais armas de combate à violência. Uma filosofia que é defendida pelo governador Renato Casagrande.

O projeto Territórios de Paz, com a presença da Polícia interativa, se iniciou em abril de 2010. A ação, que mais tarde passou a ser absorvida pelo programa Estado Presente – que é muito mais macro e se encontra em 20 regiões –, foi para as regiões de Grande Terra Vermelha (Vila Velha); São Pedro (Vitória); Feu Rosa (Serra); Nova Rosa da Penha (Cariacica); e Vila Bethânia (Viana).

Para fazer o elogio justo e merecido aos oficiais, o comandante Ronalt Willian lembra que, segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública, no período de 15 de maio de 2009 a 01 de abril de 2010 o Espírito Santo registrou 1.825 homicídios e, no mesmo período dos anos posteriores (de 15 de maio de  2010 a 01 abril de 2011) foram 1.499 assassinatos. Tal evolução se concretizou em uma redução de 17,86 % em âmbito estadual.

Analisando-se os mesmos períodos, a Região Metropolitana reduziu em 21,18% o número de homicídios. Ocorreram 1.185 assassinatos no período analisado (15 de maio de 2009 a 01 abril de 2010) contra 934 no mesmo período dos anos seguintes (entre 15 de maio de 2010 a 01 de abril de 2011).

“Já os Territórios de Paz, somados, registraram 98 homicídios entre 15 de maio de 2010 e 01 de abril de 2011, no mesmo período dos anos anteriores (15maio2009/01abr2010) foram 145 crimes,  uma redução de 32,41%. Tais resultados mostram-se ainda 53,02% maior que a redução na RMGV (Região Metropolitana da Grande Vitória) e ao mesmo tempo 81,47% superior à redução em todo o Estado do ES (Espírito Santo), motivos pelos quais é que se solicitam os justos elogios”, destaca o comandante Ronalt Willian em sua justificativa para o elogio.

O elogio foi feito para os tenentes-coronéis Hélio Alexandre Lima Holanda e Jailson Miranda; o major Sebastião Biato Filho; os capitães  Wilson José da Silva Amorim, Walter Francisco de Araújo Filho, Webstone Alves Christ e Valc Ângelo Rufino; os tenentes Victor Gallo Vieira, Jefferson Nunes Pereira Júnior, Emerson Bravin, Clara Adriana Fraga, Lydio Paulo Santos, Bruno Cardoso Portela e Rafael Sant’Ana Reis e subtenente Gilcélia Oliveira Santos Gomes.

Abaixo, a íntegra do elogio do comandante geral da PM, coronel Ronalt Willian, aos 15 oficiais:



“As comunidades das Grandes São Pedro, Terra Vermelha, Feu Rosa, Nova Rosa da Penha e Vila Bethânia são notoriamente reconhecidas como polos de crimes contra a vida na Região Metropolitana da Grande Vitória. Nesse sentido, no começo do ano de 2010 esses honrosos Oficiais foram incumbidos de reestruturar o projeto de reativação das práticas de policiamento interativo, que outrora foram tão bem implementadas na Briosa, servindo inclusive de exemplo para outras forças policiais do Brasil e do Mundo. A proatividade esteve presente o tempo todo no trabalho desses idealistas policiais militares, cujo empenho em ir “buscar antes da correnteza” compactua com que há de mais moderno e cientificamente comprovado na policiologia atual: o policiamento interativo. Não bastasse a subjetiva reativação da filosofia de policia interativa através do Projeto Território de Paz, em parceria com a SENASP,  esses comandantes demonstraram na prática resultados muito satisfatórios, que foram inclusive reconhecidos no Ciclo 2011 do Prêmio INOVES como semifinalistas.

As práticas se pautaram em um Sistema de Governança Operacional que se baseou nas premissas: de incremento sistemático da ostensividade policial, do aumento da resolutividade policial-militar, da valorização dos profissionais de segurança pública com ênfase em pro-atividade e resolutividade, da manutenção em nível ótimo da disponibilidade de recursos operacionais para os policiais de serviço, e, principalmente, do resgate da interação comunitária e da confiabilidade da Polícia Militar. Esses esforços se traduziram claramente na redução de homicídios consumados nas áreas abrangidas pelo Projeto.

Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública-SESP no período de 15 de maio de 2009 a 01 de abril de 2010 o ES registrou 1.825 homicídios e no mesmo período dos anos posteriores, de (15 maio 2010- 01 abr 2011) foram 1.499 crimes. Tal evolução se concretizou em uma redução de 17,86 % em âmbito estadual.

Analisando-se os mesmos períodos, a Região Metropolitana reduziu em 21,18% o número de homicídios. Ocorreram 1.185 crimes fatais contra a vida consumados no período analisado (15maio2009/01abr2010) contra 934 no mesmo período dos anos seguintes (entre 15 de maio de 2010 a 01 de abril de 2011). Já os Territórios de Paz, somados, registraram 98 homicídios entre 15 de maio de 2010 e 01 de abril de 2011, no mesmo período dos anos anteriores (15maio2009/01abr2010) foram 145 crimes,  uma redução de 32,41%.

Tais resultados mostram-se ainda 53,02% maior que a redução na RMGV e ao mesmo tempo 81,47% superior à redução em todo o estado do ES, motivos pelos quais é que se solicitam os justos elogios.”


“Elogio proposto por TEN CEL  QOC JAILSON MIRANDA, Coordenador do projeto território de
Paz e aprovado por este comando.”

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger