Policiais militares têm ato heróico no nascimento da pequena Yasmin

Amizade é uma palavra originária do latim, sinônimo de amor, fraternidade, lealdade e altruísmo. E foi exatamente no Dia da Amizade, 14 de fevereiro, que a pequena Yasmin nasceu. A amizade não tem tempo para ser gerada e ninguém sabe a hora que um bom amigo ou amiga vem para nos socorrer nos momentos mais difíceis, ou quando uma amizade duradoura surge.


Quinze dias antes do previsto, a pequena Yasmin nasceu. Sua mãe, a veterinária Perla Oliveira, de 31 anos, começou a sentir fortes contrações e percebeu que sua bolsa se rompeu naquela manhã de 14 de fevereiro.

Moradores da Barra do Jucu, Vila Velha, a veterinária Perla Ribeiro e seu marido, o professor de Educação Física Gustavo Oliveira, 26, saíram de casa se dirigindo à uma maternidade de Vitória, para que o parto fosse realizado. Mas na Terceira Ponte havia um engarrafamento muito grande. Gustavo avistou uma viatura da Polícia Militar e pediu socorro.

Os policiais militares desimpediram o trânsito e conduziram o casal até uma maternidade de Vitória, onde a pequena Yasmin nasceu saudável, pesando 2,8kg e medindo 47cm.

“Não sei o que aconteceria se não fosse a atuação dos policiais militares. Seremos gratos por toda vida à Corporação”, afirmou Gustavo.

O capitão Warner, da Patrulha Escolar da Polícia Militar, que comandou o socorro à família, nasceu em circunstâncias semelhantes:

“Nasci em São Paulo, e no dia em que eu nasci uma radiopatrulha socorreu minha mãe nas mesmas circunstâncias da Perla. Cheguei à maternidade escoltado pela Polícia Militar. A missão da nossa Corporação é proteger vidas mesmo antes delas virem ao mundo”, afirmou o capitão.

“Foi um momento inesperado, mas felizmente deu tudo certo. Graças a atuação da PM minha filha nasceu com saúde. A polícia está de parabéns”, elogia Perla.

Pai de um casal de pré-adolescentes, o soldado Edson se viu na condição dos pais da pequena Yasmin no momento em que eles desbloquearam o trânsito para que a bebê nascesse com saúde.

“Foi emocionante. É gratificante participar de um ato tão bonito quanto é o nascimento de uma criança linda assim”, diz o soldado Edson.


O soldado Diniz, que também ajudou Gustavo, Perla e Yasmin, já é um “veterano” quando o assunto é ajuda no nascimento de algum bebê: “Já ajudei uma moça que deu à luz a um garotinho em Terra Vermelha. A função do policial militar é zelar pela segurança e pela vida”.


Foram muitas dificuldades, mas Yasmin veio ao mundo para dar alegrias à família de Gustavo e Perla. Aliás, um dos significados da palavra Yasmim é: flor de jasmim, que supera todas as adversidades. Seja bem-vinda, Yasmin.

(Texto extraído na íntegra do site da Polícia Militar do Espírito Santo)

Nota do Blogueiro: Não precisa dizer mais nada. O ato dos policiais militares por si fala tudo. Parabéns a eles e, por extensão, a toda Polícia Militar do Espírito Santo.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger