Polícia Civil capixaba vai a Minas e prende cinco acusados de 15 assassinatos no Espírito Santo

Cinco pessoas foram presas na sexta-feira (02/03) em Belo Horizonte suspeitas de participação em 15 homicídios no Espírito Santo. Os suspeitos foram detidos durante operação conjunta entre agentes da Superintendência de Polícia do Interior da Polícia Civil capixaba e o Departamento de Operações Especiais (Deoesp) da Polícia Civil de Minas Gerais.


As cidades de Aracruz e Serra também foram alvo da operação “Barra Limpa”, que começou na última terça-feira (28/02) e terminou na madrugada de sexta-feira. No total, 12 pessoas presas e uma adolescente de 17 anos apreendida.

Os três homens e as duas mulheres detidas em Belo Horizonte estavam morando no bairro Piratininga, região de Venda Nova, há cerca de oito meses. Entre eles estava Jorge Luiz da Conceição Junior, 28 anos, apontado como o chefe da quadrilha.

O chefe da SPP, delegado Danilo Bahiense, afirmou que Jorge Luiz era procurado por diversos assassinatos e que teria 14 mandados de prisão, sendo nove por homicídios.

“O acusado ficou cerca de três anos preso em Minas Gerais com nome falso e estava há quatro meses em liberdade, passando a comandar pessoalmente o tráfico de drogas na orla de Aracruz”, disse Danilo Bahiense.

Com o grupo em Belo Horizonte, os policiais encontraram 10 peças de maconha, uma pistola ponto 40 com dois carregadores, 22 munições de calibre ponto 40, uma TV LCD de 42 polegadas, uma peça de crack e seis tabletes de maconha.

Além do líder da quadrilha, Luiz Cláudio Santos, Moisés Serafim Barbosa, Daniela Cardoso Fernandes, Fabiana Souza Ferreira Marques também foram presos.

“O Jorge Luiz e o Luiz Cláudio ficaram em Minas porque o material apreendido aqui estava com eles. Além disso, o Jorge Luiz estava com identidade falsa. Primeiro precisamos terminar o inquérito aqui para depois irem para o Espírito Santo. Os outros três já foram transferidos”, disse o delegado Islande Batista, do Deoesp.

De acordo com Danilo Bahiense, no Espírito Santo foram presas sete pessoas e uma adolescente de 17 anos apreendida. Lá, os policiais encontraram 295 pedras de crack, uma pequena porção de cocaína, ácido bórico, material de embalo para a droga, quatro munições de calibre 38, R$ 1.250,00 em dinheiro, 20 papelotes de cocaína, uma pedra grande da mesma droga e dois tabletes pequenos de maconha.

(Com informações do jornal Hoje Em Dia).
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger