Programa de equoterapia da Polícia Militar auxilia tratamento de crianças e adultos


A PMES ajuda uma criança a fazer tratamento com terapia
“Depois que meu filho começou a fazer a terapia com cavalos, seu quadro evoluiu muito. Agora ele tem mais firmeza na cabeça e no tronco, consegue ficar sentado e está mais tranquilo. Quero que ele continue fazendo a equoterapia por muito mais tempo”, diz Martha Helena da Silva Eler, mãe de João Pedro, de 4 anos.


Toda semana Martha leva o filho para as sessões de equoterapia, que são oferecidas pelo Regimento de Polícia Montada (RPmont) da Polícia Militar do Espírito Santo. João Pedro nasceu com paralisia cerebral, e tem mostrado bons resultados, após quase dois anos de acompanhamento com a equipe de equoterapia do RPMont.

Indicada para pessoas com algum tipo de deficiência, sequelas de acidentes, síndromes de nascença ou adquiridas no decorrer da vida, a equoterapia não é um tratamento e sim um complemento de atividades clínicas. Atualmente, são realizados 60 atendimentos por semana no RPMont.
De acordo com o comandante da unidade, tenente-coronel Carlos Henrique França, o Regimento é o único centro habilitado do Estado a oferecer a terapia.
“Nossos policiais são voluntários do programa e possuem graduação em equitação, equoterapia e alguns com psicologia. Oferecemos um atendimento especial para pessoas com algum tipo de deficiência. Nosso objetivo é oferecer, por meio da equoterapia, mais qualidade de vida para essas pessoas, bem como a inclusão social. Além da terapia, aproximamos as famílias e propiciamos aos praticantes um ambiente de lazer”, disse o tenente-coronel.

O movimento tridimensional do cavalo estimula o corpo inteiro, tanto a parte física quanto a mental. “Estar no cavalo ativa todo esse sistema, gerando estímulos que resultam em ganhos físicos, como a melhora de equilíbrio e postura, além de aumentar a autoestima dos praticantes”, diz o sargento Alberto Pereira da Silva, que faz parte da equipe de equoterapia do RPMont.

O praticante tem contato direto com o animal, por meio de toques e carinhos, o que também estimula sensações visuais e auditivas, além de desenvolver o olfato. Ao todo, quatro cavalos são usados nas sessões de equoterapia, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Os cavalos, que já atuaram no policiamento ostensivo, são extremamente dóceis e treinados para esta atividade. Os interessados em conhecer o programa podem procurar o Regimento de Polícia Montada, por meio dos telefones (27) 3636-0250 ou 8886-598.

Serviço:


Centro de Equoterapia – Regimento de Polícia Montada (RPMont)
Endereço: Avenida Boa Vista, s/nº, Boa Vista, Serra.
Telefones: 3636-0250 / 8886-5981 

Fonte: Site da Polícia Militar do Espírito Santo.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger