Cabo da reserva da PM, deputado Da Vitória é candidato a prefeito de Colatina


O grupo capitaneado por PSB, PDT e mais 11 siglas que fazem oposição ao atual prefeito Leonardo Deptulski (PT) escolheram o nome do deputado estadual Da Vitória (PDT) como a melhor opção para enfrentar o petista, que concorrerá à reeleição em Colatina. A decisão foi comunicada à imprensa em uma coletiva realizada no fim da tarde desta quinta-feira (21/06), em um hotel no centro de Colatina. Da Vitória é cabo da reserva da Polícia Militar. Ele já foi vice-presidente da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar do Estado do Espírito Santo (ACS/ES).


Formado por PDT-PSB-DEM-PHS-PR-PSC-PSD-PCDOdoB-PPS-PMN-PTdoB-PTN-PRP o grupo se reuniu na noite de quarta-feira para decidir qual seria o melhor nome. Depois de muita discussão interna, o deputado federal Paulo Foletto (PSB), um dos nomes cotados para ser lançado pelo grupo, abriu mão de disputar a eleição para que o município possa continuar com um representante na Câmara dos Deputados.

“O Estado perderá, a partir do fim deste ano, o Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias, o Fundap. Como esse assunto é discutido apenas na esfera federal, seria injusto com Colatina abrir mão da Câmara”, justificou Foletto. “Da Vitória reúne todos os requisitos para ser um bom administrador. Estaremos ligados o tempo todo, e isso dá segurança tanto a mim quanto ao cidadão colatinense”, completou o socialista.

Antes de tomar a decisão, os dois pré-candidatos tiveram uma conversa com o governador Renato Casagrande (PSB), que os aconselhou a tomar a decisão que fosse mais importante para o município.

Em seu segundo mandato de deputado estadual, Da Vitória se disse feliz com a escolha do grupo:

“Eu me sinto honrado e muito motivado a disputar a prefeitura. Colatina está carente, maltratada, precisa do novo. Com o aval do governador Casagrande, o apoio irrestrito do Foletto e do PSB e o endosso do hoje vice-prefeito Cirilo de Tarso, que está do nosso lado, não tenho dúvidas de que teremos uma eleição pautada pela qualidade de homens bons, públicos e compromissados. Tenho certeza de que será um bom debate”, comemorou Da Vitória.

Nascido em 2 de junho de 1971 no distrito de São Sebastião, em Colatina,  Da Vitória ingressou na Polícia Militar do Espírito Santo em 1990: foi soldado e cabo. Entrou para o quadro de policiais da reserva remunerada quando foi eleito deputado estadual em 2006, com 16.959 votos – primeiro cargo público eletivo a que concorreu.

Em 2008, disputou a Prefeitura de Colatina junto com Paulo Foletto (PSB), Leonardo Deptulski (PT) e Décio Rezende (Psol). Em 2010, disputou a reeleição para deputado estadual e foi reeleito com o dobro da votação anterior: 33.374 votos.

Da Vitória é, hoje, presidente estadual do PDT, único partido de toda sua trajetória política. Defende os interesses da segurança pública do Estado e é presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, além de membro efeito das de Finanças e de Segurança.

Casado com Luciana Tozato da Vitória desde 1997, Da Vitória tem quatro filhos: os trigêmeos Bárbara, Bruno e Brunela, com 10 anos de idade, e a caçula, Brisa, de oito.


 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger