Disque-Denúncia volta a funcionar 24 horas no Espírito Santo

O combate ao crime não tem hora para acontecer.  E para que a população possa colaborar ainda mais com o trabalho da polícia, a Central do Disque-Denúncia 181 já funciona 24 horas, todos os dias, desde o dia 24 de maio no Espírito Santo. Com a mudança, o 181 passou a operar com 11 pontos de atendimento, podendo chegar a 13 em sua capacidade máxima. A novidade foi anunciada durante uma coletiva de imprensa, realizada na manhã desta terça-feira (12), pelo secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Henrique Herkenhoff.

Para garantir o atendimento em tempo integral, o Disque-Denúncia 181 dobrou a quantidade de operadores, que até maio eram 26 e agora são 52. Para o secretário Henrique Herkenhoff, a ampliação do serviço reforça o trabalho do Estado no combate à criminalidade.

“Nós, como representantes do poder público, precisamos da ajuda da sociedade para combater a violência. Por isso, a ferramenta de denúncia anônima, como o 181 é tão importante, pois é garantia de segurança ao cidadão que quer denunciar um ato ilícito. Diferente do Ciodes (190), que é o atendimento de emergência e o número fica registrado e conversa gravada, no Disque-Denúncia, não há maneira de identificar o denunciante, pois somente as informações passadas pelo cidadão ficam registradas”, disse o secretário.

No Disque-Denúncia, atuam de forma integrada policiais militares e civis, e a sociedade civil organizada, representada pela ONG Espírito Santo Unido Contra o Crime (Esucc). Segundo o superintendente da ESUCC, Luiz Dalvi, a ampliação no horário de atendimento do serviço atende a uma demanda da própria sociedade.

“O crime não tem hora para acontecer e precisamos estar preparados para receber a denúncia na hora em que for mais pertinente para o cidadão”, explica Dalvi.


Ampliação de resultados


Antes mesmo do funcionamento 24 horas do Disque-Denúncia, a gerência do serviço realizou uma série de mudanças operacionais que proporcionaram o aumento do número de respostadas positivas, isto é, denúncias que resultaram em prisões ou apreensões. A média de resposta ao Disque-Denúncia está em 40,7%, enquanto no ano passado foi de 21%.

No mês de maio de 2012, as denúncias ao 181 resultaram em 107 detenções, o maior número de detenções em um único mês.  Para o superintendente da Esucc, a capacitação de policiais é outro fator que tem contribuído para os bons resultados. “Além de melhorar a capacitação dos nossos atendentes, os policiais também estão sendo treinados desde a sua formação na Academia de Polícia”, ressaltou Dalvi

Para o secretário Henrique Herkenhoff, o investimento em todo o aparato de segurança pública, feito pelo Governo do Estado desde 2011, também tem colaborado para o bom desempenho da polícia.

“Com os constantes investimentos do Governo no aparelhamento das unidades que operam na segurança dos capixabas, as ações desencadeadas por elas, com base em informações passadas ao Disque-Denúncia 181, têm sido notadas a cada mês nos números divulgados este ano”, destacou o secretário.

No quinto mês do ano, 59 % das denúncias foram relativas ao tráfico de entorpecentes.  Denúncias de homicídios representaram 6,9%. Outras denúncias foram de maus-tratos, 2,9%; denúncias de foragidos da Justiça 2,25% e porte ilegal de arma de fogo, representando  1,78% das denúncias.


Balanço 181 – Maio 2012

* PESSOAS DETIDAS -

- 107 (a maior quantidade em apenas 01 mês), dentre essas, 09 foragidos/fugitivos recapturados.
Apreensões

* TOTAL DE DROGAS (Kg) - 15,962 (maconha, cocaína e crack);

* ARMAS - 20 (revólveres, pistolas e espingardas de diversos calibres, inclusive, 04 espingardas de grosso calibre) e 02 pistolas calibre 9 milímetros - de uso exclusivo das forças armadas;

* MUNIÇÕES - 363     (de diversos calibres, incluindo, 106 de calibre 12, e 42 de calibre 9 mm);

* VEÍCULOS APREENDIDOS OU RECUPERADOS -  09         (também, o mais expressivo dos últimos meses)

* R$ 13.155,25 em espécie

* MÍDIAS FALSIFICADAS (CDs/DVDs) - 5.185 (a maior já registrada em apenas 01 mês)

* MÁQUINAS DE JOGOS ELETRÔNICOS - 41

* TELEFONES CELULARES - 46

* EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS - 29

*Além de vários outros produtos frutos de roubo/furto e outros empregados em atividades ilícitas, como balanças de precisão (04) e materiais utilizados no preparo e comercialização de drogas.


Como Funciona 


Com a garantia do anonimato, o cidadão, quando entra em contato com o Disque-Denúncia 181, é atendido por pessoas devidamente treinadas e capacitadas. Ao passar todas as informações sobre a denúncia ele recebe uma senha que lhe permite complementar a denúncia com novos dados.

As denúncias recebidas por meio do 181 são entregues aos agentes das Polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros, que avaliam as informações recebidas e as enviam para os órgãos competentes. O retorno, com os resultados das denúncias, é fundamental para alimentar o trabalho de inteligência e para atender aos denunciantes que ligam para acompanhar os resultados das informações que prestaram.

Para que ocorra o registro da denúncia, faz-se necessário que o cidadão saiba, no mínimo:

1º) Qual crime deseja denunciar;
2º) Em que local ocorre(u) ou ocorrerá;
3º) Quando ocorre(u) ou ocorrerá;
4º) Qual autor(es) / vítima(s);
5º) Endereço para localização dos envolvidos.

•    Para tornar mais completa a denúncia, o atendente fará algumas outras perguntas pertinentes ao crime denunciado;
•    Ao final, o cidadão colaborador pode acrescentar outras informações que julgar necessárias.
•    Aguardar o recebimento da senha que lhe permitirá contatos futuros para prestar novas informações e/ou acompanhar a apuração de sua denúncia.

É importante lembrar que a central do Disque-Denúncia (181) funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive sábados, domingos e feriados, sendo garantido o anonimato de quem denuncia: a população pode denunciar qualquer tipo de irregularidade, ilegalidade ou repassar informações que ajude as polícias na elucidação de crimes.

O Disque-Denúncia 181 bate recorde de ligações a cada mês e demonstra a credibilidade da população em relação ao serviço, que ajuda as autoridades policiais no controle da violência, além de contribuir com a integração entre os cidadãos e a polícia.

Os resultados positivos demonstram a disposição da população em não mais aceitar a impunidade e a omissão, fazendo com que graças às suas informações, a atividade criminosa no Estado seja para quem a pratica, cada dia mais difícil, perigosa e mais cara.


Histórico 

Em 19 de outubro de 2001, a então Secretaria de Estado da Segurança Pública, em parceria com o Movimento Rio de Combate ao Crime (MOV RIO), trouxe para o Espírito Santo a experiência do Disque-Denúncia do Rio de Janeiro.

Em março de 2003, a ONG Espírito Santo Unido Contra o Crime (Esucc) e a SESP celebraram o Convênio de Nº 001/2003, estabelecendo uma parceria para o custeio das operações do Disque-Denúncia (181), incluindo pessoal, manutenção das instalações, equipamentos e materiais de consumo.

Sempre com a garantia de manter o anonimato da pessoa que denuncia, no ano de 2005 a Central Disque-Denúncia colocou à disposição do cidadão o serviço de atendimento telefônico através do número 181, que é uma ligação gratuita de qualquer município do Estado.

Fonte: Site da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo.


Nota do Blogueiro: Em 2001, quando foi criado pelo Pro-Pas, o Disque Denúncia começou a funcionar 24 horas por dia, como determina qualquer manual de segurança. Em 2003, quando a dobradinha Paulo Hartung/Rodney Miranda assumiu a  segurança pública do Estado, o sistema sofreu um retrocesso. Como se fosse piada de português (com todo respeito aos patrícios), passou a funcionar de segunda a sexta-feira, até as 20 horas. Era como se as autoridades da época desconhecessem que os crimes de homicídios, principalmente, ocorressem em grande escala após as 22 horas e mais nos finais de semana. Já no governo de Renato Casagrande, a partir de 2011, houve  a mudança, que estendeu o funcionamento para todos os dias da semana. Agora, de maneira  inteligente, o secretário Henrique Herkenhoff amplia o atendimento para 24 horas, todos os dias, já que precisou de tempo para reestruturar o sistema.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger