Empresária perde R$ 70 mil em “saidinha” de banco na Leitão da Silva


Bandidos capixabas já estão, mesmo, se especializando nas “saidinhas” de banco, momento em que eles atacam as vítimas para roubar dinheiro. Há uma semana, uma empresária foi rendida, logo depois de sair da agência do Banco do Brasil da avenida Leitão da Silva, em Santa Lúcia, e perdeu R$ 70 mil. 
A empresária, que é sócia do marido em uma empresa, até que suspeitou do bandido e ainda conseguiu prever que seria assaltada, mas uma falha de comunicação entre ela e a caixa do banco, que deveria ter evitado a ação do criminoso, acabou facilitando as coisas para os bandidos.
A Polícia Militar ainda perseguiu os criminosos, mas, de moto, eles foram mais rápidos do que as viaturas policiais e sumiram. O caso está sendo investigado pelo delegado João Batista Calmon, da Delegacia da Praia do Canto.
O assalto aconteceu no dia 6 de junho, quando a mulher foi ao banco sacar dinheiro para a empresa do marido, que fica no bairro Mata da Praia. Os R$ 70 mil seriam para pagar funcionários.
A  empresária parou seu carro na calçada da Unimed Diagnóstico. Dali, passou a ser seguida por um dos bandidos. Ainda na porta da agência, que fica de frente para o morro do Jaburu, controlado por uma facção criminosa que domina o tráfico de drogas, assaltos e assassinatos na Grande Vitória, a mulher suspeitou que estava sendo seguida.
Entrou na agência, pegou a senha, sentou-se em uma cadeia  pediu para receber os R$ 70 mil na tesouraria. Foi atendida. Lá, conversou com uma caixa e disse que suspeitava que estava sendo seguida por um homem que vestia uma camisa verde. Entretanto, a empresária não apontou o dedo para o suspeito e a caixa, pensando se tratar de outro homem, tranquilizou a cliente, dizendo que o homem descrito por ela seria funcionário do banco.
A mulher do empresário saiu do banco com o dinheiro e voltou para o carro. Antes, ainda se recordou que o seu suspeito usou o celular dentro da agência bancária. Na rua, a mulher foi rendida pelo mesmo homem de camisa verde e usou celular no banco. O bandido apontou uma arma para a cabeça dela e pegou os R$ 70 mil. O ladrão subiu na garupa de uma moto e fugiu com o comparsa.
Os dois saíram em direção à Leitão da Silva e ganharam a avenida César Hilal. A empresária, tão logo viu a saída dos bandidos, presenciou a chegada de duas viaturas da PM e pediu socorro. Os policiais saíram em perseguição aos criminosos e conseguiram alcançá-los na César Hilal, mas de moto os bandidos foram mais velozes e entraram na Praia do Suá. Não foram mais vistos pelos policiais.
O marido da mulher assaltada procurou a DP da Praia do Canto e prestou queixa do assalto O delegado João Calmon estava tentando, com sua equipe, tentando identificar os assaltantes. O delegado, porém, deixou um alerta:
“Não é recomendável que as pessoas vão sozinhas a um banco sacar alta quantia, como os R$ 70 mil sacados pela mulher do empresário”, disse João Batista Calmon.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger