Polícia capixaba inaugura comunicação digital para se tornar mais ágil no combate ao crime

A Polícia Militar recebeu nesta segunda-feira (06/08) 1.291 novos computadores. Esses avanços fazem parte de uma das ações do programa Estado Presente, focada no fortalecimento da infraestrutura e na aquisição de novas tecnologias. Na mesma ocasião, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) concretizou a migração de todo o sistema de radiocomunicação da polícia capixaba para o sistema digital.


“Temos em curso um grande programa de redução da violência, o Estado Presente, que trata da recomposição do efetivo policial, da estruturação das polícias com novos equipamentos e da proteção social – que envolve todas as secretarias de Governo, em ações de educação, assistência social, saúde, dentre tantas outras”, disse o governador Renato Casagrande.

Para ele, investir em tecnologia é garantir mais qualidade no trabalho policial. “Vamos prosseguir dotando o nosso efetivo de ferramentas para fazer um trabalho mais qualificado. Apenas em 2011, a gestão atual fez um aporte de R$ 71 milhões em segurança e vamos, a cada ano, trabalhar cada vez mais para tornar as nossas polícias sempre mais eficazes, para garantir o sucesso do nosso programa e fazer do Espírito Santo um Estado mais seguro e com qualidade de vida para todos”, destacou o governador.

De acordo com o site do governo do Estado, a radiocomunicação digital codificada permitirá a melhoria na qualidade de comunicação, já que o som é mais claro e tem menos ruído, além de aumentar a área de cobertura.

Para o chefe de Polícia Civil, delegado Joel Lyrio Júnior, com esses avanços tecnológicos as unidades policiais poderão trabalhar de forma integrada:

“As informações vão chegar mais rápidas e, em breve, teremos um resultado bastante favorável”, afirmou Joel Lyrio.

O rádio digital ainda proporcionará uma comunicação mais segura, graças à criptografia, que é um modo de codificação da conversação, tornando-a praticamente impossível de ser monitorada.

Essa ferramenta contribui para maior segurança das operações policiais, visto que ninguém terá acesso às comunicações interceptando a comunicação via rádio. A migração foi feita nas cinco torres de que a Polícia Civil dispõe, sendo uma localizada em Vitória, duas no Norte e duas no Sul do Estado.

O projeto foi realizado em parceria entre a Sesp e a Polícia Civil. A secretaria adquiriu e repassou os rádios digitais para a Polícia Civil e também cedeu apoio logístico para a instalação dos equipamentos.

O secretário de Segurança Pública, Henrique Herkenhoff, relembrou outros investimentos, como a internet banda larga e a entrega dos computadores às Polícias Civil e Militar:

“Estamos priorizando de imediato as unidades operacionais. Temos que potencializar o trabalho dos policiais com mais recursos para que o trabalho seja mais eficaz”, afirmou Herkenhoff.

De acordo com o subgerente de Telecomunicações da Sesp, Wellington Poleze, será um avanço enorme e as vantagens serão muitas.

“Com a transmissão digitalizada,  ganhamos em clareza de sinal e temos um sensível aumento na cobertura. Somando-se a isso a encriptação, a comunicação passa a ser praticamente inviolável. Esse é um momento histórico e significa um avanço tecnológico inédito na área de telecomunicações da Polícia Civil", ressaltou.

Durante a solenidade, equipamentos modernos, de última geração e com grande capacidade de processamento, também foram entregues à Polícia Militar.

A Sesp investiu mais de R$ 3 milhões na compra de microcomputadores, notebooks e estação de alto desempenho que irão modernizar e otimizar o trabalho policial. Ao todo, 1.291 máquinas foram adquiridas.

Para o comandante geral da Polícia Militar, coronel Ronalt Willian de Oliveira, esses investimentos reforçam o compromisso do governo do Estado de enfrentar a criminalidade com recursos tecnológicos:

“Nunca se investiu tanto em tecnologia como nos últimos anos. Vivemos uma era diferente em nosso Estado. Com recursos tecnológicos podemos planejar de forma mais eficiente as ações policiais e obter resultados. Isso beneficia a corporação, o policial que está na ponta durante o atendimento da ocorrência e, sobretudo, a população capixaba”, frisou.

Parte desse equipamento já foi entregue. As máquinas foram instaladas prioritariamente no Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) e no setor de Inteligência da Corporação. As demais, totalizando 850 computadores, serão entregues às unidades operacionais da Polícia Militar em todo o Estado.

“Esses equipamentos serão fundamentais para que o policial possa acessar os sistemas da Secretaria de Segurança Pública, dentre eles, o monitoramento veicular, o mapa do crime, dentre outros sistemas operacionais. Os recursos irão agilizar o acesso à informação e oferecer maior eficiência às ações de segurança pública”, disse o tenente coronel Sérgio Pereira Ferreira, gerente de Tecnologia da Informação da Sesp.

De acordo com o tenente coronel, o Ciodes já está todo modernizado:

“Com equipamentos novos e modernos, temos garantido melhoria do atendimento à população que liga para o Ciodes. Foram instaladas estações robustas que permitem a aplicação de sistemas de geoprocessamento e mais rapidez para o despacho do recurso no atendimento da ocorrência”, finalizou.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger