Polícia faz “Operação Comércio Legal” em Ibiraçu e Fundão, aborda mais de 100 pessoas e prende acusados de tráfico

A Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar,realizou a Operação Comércio Legal em Ibiraçu e Fundão, com o  objetivo fiscalizar os estabelecimentos comerciais nos dois municípios. Mais de 100 pessoas foram abordadas. Foram presos suspeitos de tráfico e apreendidas drogas. A operação foi necessária em razão de várias denúncias recebidas pelas Delegacias de Polícia de Ibiraçu e Fundão sobre o funcionamento irregular de bares, sobretudo nas zonas rurais dos dois municípios.

O delegado Fábio Pedroto – ele é titular da DP de Ibiraçu e responde também pela DP de Fundão – comandou a operação com apoio da PM e de outros delegados. Ele informou que as investigações apontavam que havia também tráfico de drogas em bairros próximos das sedes de Ibiraçu e Fundão:

“Recebemos ainda informações de que, principalmente, nos bairros São Cristovão, Campagnaro e Mutirão, em Ibiraçu, e no bairro Centro, em Fundão, há um intenso tráfico de drogas sendo feito nas proximidades de tais estabelecimentos, muitas das vezes sendo utilizadas as instalações dos bares para fins da traficância. Criminosos se aproveitam da aglomeração de pessoas para potencializarem suas vendas, tolerados por alguns comerciantes”, disse o delegado.

Em outros pontos, segundo Fábio Pedroto, há um consumo desenfreado de bebidas alcoólicas, “gerando consequências drásticas no âmbito familiar, o que pode ser atestado pelas inúmeras ocorrências policiais que as delegacias recebem  diariamente, dando conta sobretudo de agressões contra mulheres.”

A Polícia Civil descobriu ainda que há consumo livre e ilegal de álcool por parte de menores de idade, “cada vez mais cedo envolvidos com drogas permitidas.”

A Operação Comércio Legal foi conjunta com a Polícia Militar e contou com o apoio dos delegados titulares de Pedro Canário, Fabiano Rosa, e de Pinheiros, Nilton Abdala, e de suas equipes.

Foi solicitado também o apoio da prefeitura, que cedeu agentes da Postura Municipal e da Vigilância Sanitária. Conselheiras Tutelares também acompanharam as equipes de policiais.

A Polícia Militar, comandada pelo sargento Barros, comandante do Destacamento Policial Militar de Ibiraçu, planejou a operação junto com a Delegacia do município e declarou que “a integração sempre trará bons resultados para a redução dos crimes”.

Participaram, no total, 26 policiais e servidores municipais, com 14 viaturas das Polícias Civil e Militar e dois carros de apoio. Após as fiscalizações, as equipes passaram a patrulhar as ruas da cidade, abordando pessoas suspeitas e veículos.

Um exemplo da ação foi a detenção em um bar de Fundão do suspeito de tráfico Lúcio Júnior Tavares de Freitas, preso com dois sacolés de cocaína.



Resultado da operação:


- 08 estabelecimentos fiscalizados nos bairros nos dois municípios, com 08 notificações aos proprietários com prazo para a regularização;

- Uma menina de 6 anos encontrada em um bar do bairro São Cristovão, em Ibiraçu, junto com os pais, que foram notificados do horário irregular para estarem com uma criança em um ambiente inadequado;

- 18 veículos abordados nos dois municípios;

- 02 adolescentes apreendidos por tráfico de drogas em Ibiraçu;

- 09 unidades de maconha apreendidas em Ibiraçu;

- 03 unidades de crack apreendidos em Ibiraçu;

- 02 unidades de cocaína apreendidas em Fundão;

- 01 detenção por posse de drogas em Fundão;

- 130 pessoas abordadas nos dois municípios.


Polícia vai adotar tolerância zero com pequenos delitos, diz delegado



Diante dos fatos, o funcionamento dos estabelecimentos comerciais,  em sua maioria de forma irregular, potencializa a sensação de ausência da ordem pública, motivando a escalada de ilegalidades que culminam em crimes graves.

Segundo o delegado titular de Ibiraçu, Fábio Pedroto, essas medidas (operações policiais ) serão rotineiras, “e vão ser adotadas políticas de tolerância zero com a pequena criminalidade, já que delitos mais leves quando impunes levam a atos mais graves.”

O delegado declarou ainda que “a sociedade precisa ver a polícia nas ruas atuando, pois isso traz uma maior sensação de segurança. Foi gratificante ver algumas pessoas literalmente aplaudindo as ações, agradecendo e pedindo que mais operações como estas fossem feitas. A sociedade reconhece o bom trabalho do policial”, finalizou.




 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger