Polícias Militar e Civil realizam "Operação Natal Seguro" em Pedro Canário

As polícias Civil e Militar desencadearam na terça-feira (18/12) a Operação “Natal Seguro”, que teve o objetivo de cumprir diversos mandados de busca e apreensão na cidade de Pedro Canário. Os alvos foram levantados por policiais da Delegacia de Pedro Canário, em conjunto com agentes do Serviço Reservado da Polícia Militar (P2), após denúncias anônimas de pontos de tráfico de drogas no Bairro Camata, onde há o maior índice de criminalidade no Município.

Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo juiz da Comarca de Pedro Canário, Ricardo Chiabai, depois de pedido de representação do delegado titular da DP do Município, Fabiano Rosa.

Os policiais apreenderam um tablete pesando 185 gramas de maconha, mais 10 buchas da droga, 10 pedras de crack, R$ 580,00 em espécie, 6 aparelhos celulares, 01 revólver calibre ponto 32, munição para calibre 32, além de dois frascos de pólvora.

Foram presos em flagrante delito por tráfico de drogas e associação para o tráfico Diego dos Santos, Alcivando Batista Ribeiro, vulgo “CICI GORDO”, e Irisclei da Silva Pereira, conhecida como a “Dama do Pó”.

Ainda foi preso em flagrante José Adriano Alexandre da Silva, por posse ilegal de arma de fogo com sinal de identificação raspado.

Após a lavratura do auto de prisão em flagrante delito, os presos foram encaminhados para o CDP de São Mateus.

A operação foi coordenada pelo Superintendente de Polícia do Interior, delegado Danilo Bahiense, com execução do delegado Fabiano Rosa, em conjunto com o comandante do 13º Batalhão da PM (São Mateus), tenente-coronel Altiere.

Apoiaram ainda com suas equipes os delegados Fábio Pedroto, da DP de Ibiraçu; Douglas Vieira, da DP de Jaguaré; Nilton Abdala, da DP de Pinheiros; Renan Albuquerque, da DIPO de São Mateus; Roberto Resende, da DP de Conceição da Barra; policiais militares de Pedro Canário; e o Grupo de Apoio Operacional (GAO) de São Mateus.

“A união das Polícias, a colaboração da população, fazendo denúncias anônimas, bem como a rapidez que as representações de busca e apreensão tramitam no Ministério Público e no Poder Judiciário, só fortalecem o programa Estado Presente”, declarou o delegado Fabiano Rosa.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger