Tenente-coronel Wellinton garante que vai provar inocência

O tenente-coronel Wellington Virgílio Pereira, ex-comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar (Ibatiba), garantiu nesta quinta-feira (25/07) que vai provar sua inocência no processo em que acaba de ser condenado, em segunda instância, da acusação de prática de extorsão contra um casal de Iúna, na Região do Caparaó do Espírito Santo:


"Fui condenado por um crime que não cometi. Vou provar mais uma vez que sou inocente", afirmou o coronel Wellinton, que preferiu não dar  entrevista, por ainda estar bastante abalado depois de ter sido condenado a sete anos e seis meses de reclusão pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça. Em primeira instância, a Justiça havia considera extinta a punibilidade contra o tenente-coronel.

A advogada do oficial, Tatiana Karninke, afirmou que vai juntar mais provas, em recurso que pretende entrar no TJES, para provar a inocência de Wellinton. Ela está aguardando a publicação do acórdão, com a decisão da 1ª Câmara, para definir que tipo de recurso vai interpor junto ao Tribunal.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger