Tentativa de invasão à Assembleia Legislativa: Comandante da operação policial foi agredido com pedrada na cabeça por manifestantes

A tentativa de um grupo de manifestantes de invadir a Assembleia Legislativa do Espírito Santo, na tarde e noite de segunda-feira (15/07), fez mais uma vítima. Foi o subcomandante do Comando de Policiamento Ostensivo Especializado, tenente-coronel Ronaldo Multz, que foi agredido com uma pedrada na cabeça.


Mesmo ferido, o oficial continuou trabalhando, pois foi ele quem comandou o trabalho da Polícia Militar para evitar nova invasão ao prédio da Assembleia. A pedrada foi disparada por um dos manifestantes. O corte maior foi na testa de Multz.

O tenente-coronel Multz foi levado a um posto médico, recebeu os primeiros socorros, se submeteu a exames e a curativo e recebeu recomendação médica de passar a terça-feira em repouso, para que novo diagnóstico seja feito em sua cabeça.

A informação sobre o ataque sofrido pelo tenente-coronel Multz foi confirmada pela Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social.


Polícia Militar capixaba está de parabéns



Parabéns à Polícia Militar do Espírito Santo, que impediu que um grupo de vândalos invadisse novamente a Assembleia Legislativa. O resultado da votação, que arquivou decreto legislativo do proposto pelo deputado Euclério Sampaio, que previa o fim da cobrança do pedágio da Terceira Ponte, é outra questão.

Mais uma vez, os deputados que votaram pelo arquivamento da proposta demonstraram estar contra os anseios da população, que os colocou no poder. O resultado da votação, entretanto, não significa que vândalos tenham que invadir o Legislativo. A PM agiu corretamente.
Em tempo: vamos cobrar nas urnas dos deputados que votaram contra o projeto e não da violência.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger