Capitão da Polícia Militar é eleito Capixaba do Ano

Com 76,84% dos votos, o capitão da Polícia Militar do Espírito Santo Roberto Martins ganhou o prêmio “Capixaba do Ano” na área do meio ambiente, oferecido pela Rede Gazeta de Comunicação. Natural de Cachoeiro de Itapemirim, Martins deixou para trás outras duas personalidades marcantes na defesa da preservação da natureza: André Ruschi, que desde os 15 anos atua como ativista de causas ambientais e é filho do pesquisador e naturalista Augusto Ruschi; e Eduardo Isaías Pignaton, representante das ONG’s ambientalistas no Conselho Estadual de Recursos Hídricos e do Conselho Regional de Meio Ambiente.

A premiação entregue aos 10 “Capixabas do Ano”  foi entregue pela direção da Rede Gazeta no dia 12 deste mês. Todos foram à empresa de comunicação, em Vitória, receber o aviso e fazer fotos. Porém, somente poderiam divulgar o feito depois que os nomes dos vencedores fossem divulgados pelo jornal A Gazeta, o que ocorre em sua edição impressa deste domingo (29/12).

Ao Blog do Elimar Côrtes, o capitão Roberto Martins fala da emoção da conquista. No entanto, mantém a humildade e diz que o prêmio, na verdade, é de toda a Polícia Militar: “Ela não é minha. É fruto do trabalho de uma grande equipe compromissada que ama o que faz e que sonha. Sou apenas um elo dessa gigante e forte corrente. Ninguém faz nada sozinho”, disse Martins, ao lado do procurador geral de Justiça, Éder Pontes, vencedor do prêmio "Capixaba do Ano" na categoria "Política".

Blog do Elimar Côrtes – Quando e como entrou na Polícia Militar do Espírito Santo?
Roberto Martins – Entrei na PMES no dia 17 de outubro de 1983, no Curso
de Formação de Soldados.

– Cursos que possui?
– Fora da Polícia Militar os principais são: História/Licenciatura Plena pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Alegre (Fafia), em 1997; e Pós-Graduação em História Social pela Ufes, em  fevereiro de 2004.

– Desde quando o senhor está na Polícia Ambiental?
– Neste mês de dezembro completei quatro anos.

– Como foi alcançando promoções?
– Minhas promoções foram por merecimento.

– Onde já atuou?
– Já trabalhei no 3º Batalhão em Alegre em várias funções e a que mais se destacou foi na formação dos policiais militares (soldados). Trabalhei também em Cachoeiro de Itapemim, no QCG, em Guaçuí atuando diretamente na criação da Polícia Interativa onde percorri vários Estados ministrando aulas e palestras. E também fui chefe de Gabinete na Sejus (Secretaria de Estado da Justiça) onde tivemos um enorme desafio e um grande aprendizado.

Retornei a Guaçuí e, quando fui promovido ao posto de 2º tenente, assumi o comando do Pelotão da Polícia Militar Ambiental no Caparaó e por um tempo comandando a 4ª Companhia em Cachoeiro de Itapemirim.

– O que a premiação “Capixaba do Ano”, numa eleição promovida pela Rede Gazeta de Comunicação, significa para o senhor, para PM e a Polícia Ambiental?
– Cito três momentos marcantes na minha vida profissional dentre muitos que tive: a criação da Polícia Interativa, a minha transferência para a Polícia Ambiental e tudo que conseguimos com nosso grupo conquistar e a premiação do INOVES 2012 juntamente com o Capixaba do Ano.

Essa premiação (Capixaba do Ano) foi recebida com muita surpresa e felicidade. Só pela indicação já me senti uma pessoa privilegiada. Receber esse resultado como ganhador então foi além das minhas expectativas, principalmente pela qualidade dos outros indicados a quem tenho profundo respeito e reconhecimento pelos feitos.

Não sei dizer exatamente como me sinto. Mas posso dizer que não se consegue nada na vida se não trabalhar muito, com muita dedicação, esforço, doação e amor pelo que faz.

– Esta premiação é, de fato, um marco na história da Polícia Militar do Espírito Santo?
– Fica difícil eu dizer o que significa essa premiação para a Polícia Militar. Digo que toda e qualquer boa notícia que envolva os nossos policiais para mim é muito gratificante. Amo e muito a Polícia Militar. Tudo o que conquistei foi através dela e com muito respeito e gratidão.

Minha esposa é policial e torço que minha filha siga o nosso caminho. A PM é uma potência e possui muitos intelectuais e pessoas de bem que amam a profissão e está repleta de heróis anônimos que se doam em prol da sociedade capixaba. Comemoro cada ação e cada boa notícia envolvendo nossa PM.

– A população capixaba sempre acreditou na PM e na Polícia Ambiental. A conquista desse prêmio vai ajudar a sociedade a compreender ainda mais o trabalho dos agentes que atuam na defesa do meio ambiente?
– Quando trabalhei na criação da Polícia Interativa nos anos 90, reuníamos com carroceiros, prostitutas, empresários, clubes de serviço etc...Todos eram recebidos e tratados com a mesma distinção. A questão de credibilidade está além dos discursos, consiste em você trabalhar e mostrar que sonha, acredita e que está lutando para atingir seus objetivos.

Tive a sorte de ter ótimos comandantes que para mim foram referência e me ensinaram muito. A melhor coisa em uma profissão é você trabalhar com um grupo que quer, que sonha e tenha um líder que seja referência.

Dificuldades, sempre teremos. Quando inauguramos o Pelotão da Ambiental na Região do Caparaó, fiz questão de colocar na placa uma frase do presidente John Kennedy (Estados Unidos), que diz: “A dificuldade é uma desculpa que a história nunca aceita”. Você alcança as metas não é reclamando das dificuldades e colocando-as em primeiro plano; é preciso buscar resultados positivos; os resultados sim falam por si só.

Já na Polícia Ambiental, logo quando cheguei, recebi várias missões. Dentre as principais era a de dar visibilidade a nossa Unidade e trazer a população para discutir conosco as questões do meio ambiente, como se fosse uma Polícia Ambiental Interativa.

Fácil, porque a população não rejeita a oferta de segurança e acredita em quem a protege. Então essa premiação vai ajudar sim. Mas ela não é minha. É fruto do trabalho de uma grande equipe compromissada que ama o que faz e que sonha. Sou apenas um elo dessa gigante e forte corrente. Ninguém faz nada sozinho.

– Como está hoje no Espírito Santo o crime contra a natureza? Quem descumpre mais a lei, o cidadão comum ou as empresas?
– Estamos caminhando a passos largos para entendermos a questão da sustentabilidade. Não digo que esse ou aquele segmento comete mais crime. Acredito que a atual geração está mais consciente e com uma melhor educação ambiental onde já podemos acreditar em dias melhores. Não só a questão ambiental, mas tudo passa pela educação, ela é a solução.

– Qual o seu futuro na Polícia Militar?
– Recentemente fui para a reserva remunerada e estou aguardando a minha lotação (nomeação) para trabalhar provavelmente na Diretoria de Comunicação Social. Minha última função oficial na Polícia Ambiental foi nessa área. Em menos de dois anos já produzimos mais de 1.200 matérias na área ambiental.

Continuo trabalhando voluntariamente produzindo as matérias do BPMA e de outras Unidades que nos acionam. Faço isso de domingo a domingo com o maior prazer. Levar orientações a toda população através da imprensa mostrando didaticamente o que é o certo e o errado na questão ambiental, isso para mim é a certeza do dever cumprido e uma forma de retribuir o muito que a PM me proporcionou e a população que acreditou no nosso trabalho.

Saiba Mais
Cursos que o capitão Roberto Martins participou na Polícia Militar  ao longo de 30 anos de carreira:

CURSOS/PALESTRAS/DEBATES:
· Certificado de participação da I Feira de Ciências e Cultura, I FECIC, promovida pela Escola de 1º e 2º Graus Aristeu Aguiar, nos dias 03 a 06 de outubro de 1985, como coordenador, projetista e apresentador;

· Certificado de participação do 2º Ciclo de Palestras de Direito Penal, realizado nos dias 19, 20 e 21 de maio de 1988, com carga horária de 09 horas/aula, expedido pela Faculdade de Direito de Cachoeiro de Itapemirim-ES;

· Certificado de participação como assistente da V Semana de Ciências, promovida pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Alegre-ES, com carga horária de 40 horas datado de 27 de setembro de 1992;

· Certificado de participação do I Encontro Estadual sobre Polícia Interativa, realizado na cidade de Guaçuí-ES no dia 26 de Janeiro de 1995;

· Certificado expedido pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Alegre-ES, pela participação na III Semana de História – Tema: Brasil Rebelado, realizado de 21 a 25 de outubro de 1996, com carga horária de 60 horas/aula;

· Curso Recepcionando com Qualidade, realizado na ESESP no período de 29 de setembro a 02 de outubro de 1997, com total de 16 horas-aula;
· Curso de Oratória realizado nos dias 17 a 20 de novembro de 1997, com 16 horas-aula, expedido pelo SEBRAE;

· Certificado do Curso de Multiplicadores em Polícia Interativa, realizado no Teatro Barreto Júnior, entre os dias 10 e 15 de agosto de 1998, na Cidade do Cabo de Santo Agostinho, como instrutor;

· Certificado expedido pela ESESP no Curso Didática para Instrutores - Polícia Militar, no período de 31 de agosto a 04 de setembro de 1998, com total de 50 horas aula;

· Participou como Palestrante na Escola de Serviço Público do Espírito Santo – ESESP, com o tema “Fundamentos da Polícia Interativa” no ano de 1998 com total de 16 horas;

· Certificado de participação da Palestra realizada pela Comissão Permanente de Sistematização do Modelo Interativo de Polícia, para desenvolvimento do Projeto de Certificação da Qualidade de Interação da PMES e Comunidade, realizada no dia 16 de agosto de 1999 no auditório do QCG, Vitória-ES;

· Certificado de participação do Curso de Extensão para Formação de Multiplicadores em Polícia Comunitária/Interativa, realizado de 29 de janeiro a 06 de fevereiro de 2001, no Campus do Centro de Ciências Agrárias, em Alegre, com carga horária de 60 horas;

· Certificado de participação no Curso de Capacitação para Conselheiros Municipais dos Direitos da Criança e Adolescente e Conselheiros Tutelares “Como Agir para Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, promovido pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo, realizado na cidade de Guaçuí-ES, nos dias 21 e 22 de maio de 2002, com carga horária de 16 horas/aula;

· Certificado de participação no Curso de Polícia Comunitária, realizado no Rio de Janeiro-RJ, no período de 16 a 27 de setembro de 2002, expedido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública;

· Certificado de participação no Curso de Direção Defensiva, realizado na sede do 3º BPM no período de 28 a 31 de maio de 2002, com carga horária de 16 horas/aula;

· Certificado do Curso Básico de Educação Ambiental à Distância expedido pela Universidade Federal de Brasília com 180 horas, datado de 13 de novembro de 2002;

· Certificado de participação do Curso de Capacitação Profissional para Servidor Prisional do Estado do Espírito Santo, totalizando 56 horas, dos dias 12 a 18 de maio de 2003, expedido pelo Departamento Penitenciário Nacional e a Secretaria de Estado da Justiça do Espírito Santo;

· Certificado de participação no Debate On Line com o tema: UMA NOVA ABORDAGEM PARA O SISTEMA POLICIA NO BRASIL, com carga horária de 03 horas, promovido pelo Governo do Estado do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Estado da Justiça-SEJUS, no dia 14 de junho de 2006;

· Certificado de participação no Debate On Line com o tema: PROJETO DE PESQUISA: BEBER E DIRIGIR NO MUNICÍPIO DE VITÓRIA, com carga horária de 02 horas, promovido pelo Governo do Estado do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Estado da Justiça-SEJUS, no dia 26 de junho de 2006;

· Certificado de participação no Debate On Line com o tema: RESPONSABILIDADE SOCIAL NO SISTEMA PENITENCIÁRIO, com carga horária de 03 horas, promovido pelo Governo do Estado do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Estado da Justiça-SEJUS, no dia 26 de junho de 2006;

· Certificado de participação no Debate On Line com os temas: GENTE QUE FAZ, com carga horária de 02 horas. Tema: INTEGRAÇÃO E EFICIÊNCIA, carga horária de 01 hora. Tema: MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA, carga horária 02 horas e o Tema: O PAPEL DO MUNICÍPIO NA SEGURANÇA PÚBLICA, carga horária de 03 horas. Todos promovidos pelo Governo do Estado do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Estado da Justiça-SEJUS, com data em  14 de fevereiro de 2007;

· Certificado referente ao CURSO DE TIRO DEFENSIVO NA PRESERVAÇÃO DA VIDA, “MÉTODO GIRALDI”, realizado na PMES de 02 a 04.12.2008, com carga horária de 30 h/a;

· Certificado de participação no Curso ASPECTOS JURÍDICOS DA ABORDAGEM POLICIAL, promovido pela SENASP de 01.09 a 26.10.2009, com carga horária de 60h/a;

· Certificado de participação no Curso DEMOCRACIA PARTICIPATIVA, promovido pela SENASP de 25.05 a 22.07.2009, com carga horária de 60h/a;

· Certificado de participação no Curso GERENCIAMENTO DE CRISES, promovido pela SENASP de 25.05 a 20.07.2009, com carga horária de 60h/a;

· Certificado de participação no Curso USO PROGRESSIVO DA FORÇA, promovido pela SENASP de 01.09 a 25.10.2009, com carga horária de 60h/a;

ESTÁGIOS/SEMINÁRIOS:
· Para INSTRUTORES e MONITORES da Instrução Modular, realizado no Centro de Formação e Aperfeiçoamento da PMES em Cariacica-ES, nos dias 11 e 30 de março de 1983, expedido pela PMES;

· Certificado de participação do Treinamento para instrutores e Monitores da Instrução Modular, realizado no Auditório do HPM da PMES, em Vitória nos dias 12 e 13 de abril de 1994;

· Certificado de participação do Primeiro Seminário Internacional sobre Policiamento Comunitário, realizado na cidade do Rio de Janeiro de 07 a 11 de dezembro de 1995, promovido pelo Ministério da Justiça, Movimento Viva Rio e Police Foundation;
· Certificado de participação como Monitor dos Estágios de Instrução Interativa, realizados na Sede do 3º BPM em Alegre-ES, nos meses de janeiro, março, abril, maio, junho, setembro, outubro e dezembro de 1996;

· Certificado de participação no Seminário A PM E OS NOVOS TEMPOS nos dias 25 e 26 de março de 1998, com carga horária de 16 horas/aula;

· Certificado de participação no I Seminário Ações Eficazes na Segurança Pública, realizado no Teatro Municipal Fernando Torres, em Guaçuí-ES, no dia 23 de novembro de 2001, promovido pelo CISEG e PMG;

· Certificado de participação no Seminário “Diversificação Agrícola Sustentável”, realizado pelo Jornal Folha do Caparaó no dia 11 de maio de 2007 no Teatro Fernando Torres em Guaçuí-ES, das 08h00 às 18h00;

· Certificados de participação como Palestrante e Participante no Seminário Nacional de Polícia Comunitária realizado nos dias 24 a 26 de outubro de 2007, em Salvador-BA, promovido pela SENASP.

SIMPÓSIOS/FÓRUNS:
· Certificado de participação no I Fórum Nacional Sobre Polícia Interativa realizado nos dias 30 e 31 de agosto de 1995, na cidade de Guaçuí-ES;

· 1º Simpósio Pró-Trânsito, discussão sobre o Código de Trânsito Brasileiro, nos dias 11, 12, 16 e 17 de fevereiro de 1998, no Guaçuí Tênis Clube. Expedido pelo Ministério Público local;

· Certificado de de participação como Coordenador da Comissão de Organização do XII Reunião do CONSEJ, realizado em 1º de agosto de 2003, no auditório do Novotel Vitória, promovido pela Secretaria de Estado da Justiça;

· Certificado de Participação da 1ª Jornada do Cerimonial e Protocolo do Estado do Espírito Santo, promovido pelo MR Cerimonial e Eventos com o Apoio do Comitê Nacional do Cerimonial Público, nos dias 15 e 16 de agosto de 2003, na cidade de Vitória-ES;

· Certificado de participação do VIII Encontro de Conselhos Estaduais do Sistema Nacional Antidrogas, nos dias 31 de março a 02 de abril de 2004, expedido pela Secretaria Nacional Antidrogas;

· Certificado de participação no I Fórum “História, Direito e Violência: O Menor na Sociedade Contemporânea”, realizado nos dias 11 a 13 de abril de 2007 pela FAFIA - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Alegre-ES, com carga horária de 20 horas aula;

· Certificado de participação no I Fórum “História, Direito e Violência: O Menor na Sociedade Contemporânea”, promovido pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Alegre, nos dias 11 a 13 de abril, com carga horária de 20 (vinte) horas aula;


· Certificado de participação no I Simpósio Nacional de História, “História no Plural – Da Revolução dois Annales (1929) aos (Dês)Caminhos da História no Presente”, promovido pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Alegre, realizado de 08 a 11 de outubro de 2007, com carga horária de 60 (sessenta) horas;

· Certificado de participação no I FÓRUM MUNICIPAL DE SAÚDE MENTAL COMO PRIORIDADE RESGATANDO CIDADANIA, realizado pelo Centro de Atenção Psicossocial Fernando Antônio Couzi Teixeira, no Teatro Municipal Fernando Torres em Guaçuí, com carga horária de 08 h/a, no dia 12 de novembro de 2008.

CONGRESSOS:
· X Congresso da UBERSUSA, realizado na Sede Social da Associação dos Subtenentes e Sargentos da PM e BM do Espírito Santo (ASSES), no período de 05 a 08 de agosto de 1998;

· Certificado de participação no I Congresso Internacional de Polícia Comunitária e de Direitos Humanos, realizado no período de 14 a 16 de junho de 1999 na cidade de Ribeirão Preto-SP;

· Certificado de participação do Congresso das Comunidades, realizado no dia 23 de fevereiro de 2002, no Campus da Universidade Federal do Espírito Santo/UFES, na cidade de Vitória-ES;

· Certificado de participação no 1º Congresso Nacional dos Operadores de Segurança Pública, realizado na Universidade Federal do Espírito Santo/UFES no dia 01 de dezembro de 2004 com carga horária de 20 horas/aula;

TRABALHOS VOLUNTÁRIOS:

· Diretor de Relações Públicas do Conselho Interativo de Segurança Pública de Guaçuí-Es (CISEG) no ano de 1997 e 1998;

· Suplente do Conselho Fiscal do Conselho Interativo de Segurança Pública de Guaçuí-Es (CISEG) no ano de 1999;

· Chefe de Gabinete do Secretário de Estado da Justiça do Espírito Santo, de 26 de fevereiro de 2003, Diário Oficial/Decreto 471-S a 27 07.2004 – Decreto Nº 900-S de 09.08.2004.

· Membro do INSTITUTO HISTÓRICO e GEOGRÁFICO DE GUAÇUÍ, 04.12.2008;

· Venerável Mestre da Loja Maçônica Amor e Justiça 2ª, nº 1.126, Alegre-ES, (GOB-ES), 2009/2011;

· Membro do Conselho Municipal do Meio Ambiente em Guaçuí-ES, 2010.


 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger