Polícia Militar vai ampliar Patrulha da Comunidade na Grande Vitória e no interior do Estado

A Polícia Militar vai ampliar o projeto “Patrulha da Comunidade” a diversos outros bairros da Grande Vitória e ao interior do Estado. O comandante geral da PM, coronel Edmilson dos Santos, instituiu ainda “procedimentos de policiamento ostensivo, baseado na filosofia de Policiamento Comunitário-Interativo”, nos locais definidos pelo programa “Estado Presente”, bem como em locais de grande concentração comercial, nas diversas regiões do Espírito Santo.


O objetivo maior do projeto Patrulha da Comunidade é “reduzir e controlar os índices de crimes contra a pessoa e contra o patrimônio, bem como aumentar a sensação de segurança da população.”

Os objetivos específicos do programa são: ampliar o policiamento ostensivo nos bairros atendidos; aproximar a Polícia Militar da sociedade, através da fixação dos efetivos policiais militares e da gestão participativa junto às comunidades, a fim de definir e atender às prioridades de segurança nos bairros atendidos pelo projeto; aumentar a sensação de segurança com a presença da PM e a confiança adquirida pela comunidade; melhorar a visibilidade das ações policiais militares nos locais de grande concentração comercial e de transeuntes.

O serviço Patrulha da Comunidade foi lançado em agosto do ano passado. O projeto foi criado para reforçar a segurança e prevenir crimes contra o patrimônio em bairros com grande movimentação comercial.

Segundo observa a Polícia Militar, a essência do projeto Patrulha da Comunidade é fixação do efetivo policial militar e sua atuação preventiva e repressiva, nos bairros com maior incidência de crimes contra a pessoa e contra o patrimônio. O seu diferencial será o emprego otimizado de policiais distribuídos nos diversos tipos de processos de policiamento aplicáveis para o projeto, em que se destacam o policiamento em radiopatrulhas, em motocicletas, policiamento a pé, em bicicletas e policiamento em postos móveis comunitários.

Os comandantes de Companhia e os policiais envolvidos deverão se reunir mensalmente com a comunidade e seus representantes locais, a fim de avaliarem a execução do policiamento.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger