Liderança entre os militares estaduais, Luciano Márcio volta a atuar na ACS/ES: ele é o novo Diretor de Honra da entidade

O presidente da Câmara Municipal de Nova Venécia, vereador Luciano Márcio (PSB), aceitou o convite para voltar a atuar na Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Estado do Espírito Santo (ACS/ES). Ele, que já foi diretor da Região Norte por seis anos, teve que abdicar do cargo na última eleição da entidade por conta do mandato de vereador. Por isso, acabou não compondo a chapa vitoriosa, liderada pelo cabo PM Flávio Gava. Luciano Márcio, agora, passa a ser Diretor de Honra da ACS/ES, a maior entidade de classe dos militares capixabas.

“Para minha maior alegria e reconhecimento do meu trabalho é que fui convidado pela atual Diretoria Executiva da ACS para ser o Diretor de Honra da minha querida Associação. Já fui diretor da Região Norte/ES por quase oito anos, ganhando assim uma referência pela tropa, como "o Protetor da Classe". Fico feliz por isso, ao mesmo tempo coloco-me à disposição da ACS para ajudar a avançar ainda mais em nossos objetivos”, afirma Luciano Márcio.

Recentemente, ele concluiu processo interno na Câmara Municipal de Nova Venécia, em que encaminhou ao Ministério Público Estadual denúncias que apontam supostas irregularidades cometidas pelo ex-presidente do Legislativo veneciano, o ainda vereador Flamínio Grillo. Ao receber de volta o relatório de Luciano Márcio, que é soldado da reserva remunerada da PM, o  Ministério Público do Estado, por meio da Promotoria de Justiça de Nova Venécia, ofereceu denuncia por prática de peculato em face do vereador Flamínio e do então diretor-geral do Legislativo, Geraldo Ribeiro Filho.

Flamínio, na condição de presidente da Câmara Municipal de Nova Venécia, teria realizado gastos com a compra de elevada quantidade de cervejas, cachaça, carnes bovinas e lingüiça, os quais não foram destinados para uso pelo Poder Legislativo Municipal. Já Geraldo Ribeiro,  requeria o pagamento em face dos fornecedores. “Não havendo como explicar o uso de recursos públicos para compra de insumos que não possuem vinculação com a atividade da instituição”, o Ministério Público denunciou os dois por desvio de dinheiro público e outras irregularidades.

Esta semana, Luciano Márcio concedeu a seguinte entrevista a este Blog.

Blog do Elimar Côrtes – Desde quando o senhor assumiu a Presidência da Câmara Municipal de Nova Venécia?
Luciano Márcio – Fui eleito em 2012 com 1.004 votos, sendo o segundo mais votado do município. Esta votação nos deu credibilidade para disputar à Presidência da Câmara de Vereadores no primeiro ano de mandato. Por isso, agradeço os vereadores que votaram em nossa chapa através da mesa diretora deste biênio, assumindo a presidência em janeiro de 2013.

– Quais foram as principais decisões tomadas por sua gestão nesse período?
– São várias as decisões, dentre muitas destaco o Portal da Transparência que fica instalado na entrada da Câmara de Vereadores; a transmissão ao vivo das sessões via rádio e TV local e um marco no legislativo veneciano; as audiências públicas, para discutir junto com a comunidade os assuntos mais polêmicos. As audiências nos deram muita credibilidade com a comunidade, pois é uma forma de encurtar a distância entre o Poder Legislativo com o cidadão.

– Como foi ter que relatar o processo contra o vereador Flamínio Grillo, depois que um grupo de vereadores se recusou a abrir uma CPI contra o mesmo?
– É com muita tristeza que encontramos uma realidade desta no órgão público. Também respeito a decisão de todos os vereadores, pois a Constituição Federal garante a inviolabilidade ao parlamentar em opiniões, palavras e votos.

– O que levou, em sua opinião, aquele grupo de vereadores recusar proposta de investigação contra o Flamínio?
– Isso é uma decisão pessoal de cada um e não gostaria de opinar.

– O senhor acredita que a posição daqueles vereadores depõe contra o Legislativo veneciano, que tem demonstrado, em sua gestão, preocupação com a moralidade, ética e competência?
– Cabe a comunidade veneciana avaliar as tomadas de decisões de cada representante. Nossa parte como vereador-presidente neste momento é continuar nosso trabalho que foi uma das linhas de frente de nossa campanha. E nossa meta é tentar mudar uma cultura de que todo político é corrupto. Graças a Deus, tenho independência intelectual e financeira para sobreviver sem nenhum tipo de desvio de personalidade.

– Ao mesmo tempo em que dirige um parlamento, o senhor tem se dedicado às causas de seus colegas de farda, os policiais militares? Como tem sido essa atuação em favor da categoria?
– Tenho uma identidade única e exclusiva com as Polícias Militar, Civil e o Corpo de Bombeiros, pois passei boa parte da minha vida atuando na segurança publica. Sou grato a todos meus colegas de farda e operadores de segurança deste Estado, diferente de muitos que, após eleitos, se distanciam da sua unidade. Eu não. Eu estou agente político neste momento visando minimizar o sofrimento de muitos profissionais que às vezes não são reconhecidos em suas respectivas ações. Também não admito de forma alguma é abuso de poder, seja por quem for. Serei sempre um defensor da minha categoria.

Para minha maior alegria e reconhecimento do meu trabalho é que fui convidado pela atual Diretoria Executiva da ACS (Associação der Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar do Estado do Espírito Santo) para ser o Diretor de Honra da minha querida Associação. Já fui diretor da Região Norte/ES por quase oito anos, ganhando assim uma referência pela tropa, como "o Protetor da Classe". Fico feliz por isso, ao mesmo tempo coloco-me à disposição da ACS para ajudar a avançar ainda mais em nossos objetivos.

Tal honraria faz com que minha responsabilidade aumente ainda mais, pois vamos tratar dos assuntos em sua diversidade em todos os níveis e secretarias do governo do Estado.

– O governador Renato Casagrande esteve em Nova Venécia semana passada. Como foi a conversa entre vocês dois?
– Tenho um grande respeito pelo governador Renato Casagrande. No encontro, informei a ele que estou como Diretor de Honra da ACS, o que foi muito bem recepcionado pelo governador, visto que somos a maior categoria de associados deste Estado. Estou confiante que nossa representatividade no PSB vai favorecer o estreitamento da categoria em todas as áreas do governo. Peço a Deus sabedoria e paciência da nossa tropa para juntos continuarmos um projeto de diálogo e ao mesmo tempo de conquistas.

Aproveitando a oportunidade deste conceituado blog, agradeço a confiança a mim depositada e me coloco à disposição de todos os policiais do Estado através do e-mail; lucianomarcionunes@gmail.com e  telefone  (027) 99823-1011.


 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger