Polícia Civil disponibiliza 500 pistolas elétricas para policiais

Os policiais civis que participaram do curso da pistola elétrica já podem retirar, desde quinta-feira (13/02), uma das 500 unidades que estão disponíveis na Delegacia de Armas, Munições e Explosivos (Dame) da Polícia Civil do Espírito Santo. O titular da Dame, delegado Fabrício Dutra, orienta os policiais para que levem o certificado de conclusão do curso para fazer a cautela do material.

O delegado explicou que as pistolas são capazes de paralisar e derrubar um suspeito até que o policial consiga imobilizá-lo, pois emitem impulsos elétricos na forma de ondas que agem diretamente sobre o sistema nervoso.

“A utilização da pistola elétrica proporcionará ao usuário uma opção de uso diferenciado da força nas diversas circunstâncias do cotidiano policial”, afirmou Dutra. Mais informações Dame: (27) 3137-9037

O curso de capacitação de pistola elétrica contou com a participação de 220 policiais civis e foi concluído no mês de dezembro na Academia de Polícia (Acadepol).

Segundo informações do coordenador da disciplina de Armamento e Tiro e Técnicas Operacionais da Acadepol, investigador Dilson Nunes Vieira, os alunos que compareceram aos treinamentos estão capacitados a utilizar o dispositivo elétrico incapacitante Spark DSK 700 em suas Unidades Policiais.

“Os concludentes já estão de posse do certificado e poderão requisitar o equipamento junto à Delegacia de Armas, Munições e Explosivos após ciência de seu superior imediato”, contou o instrutor do curso.

De acordo com o diretor da Acadepol, delegado Heli Schimittel, para o ano de 2014 está prevista a abertura de mais 250 vagas para a capacitação dos policiais no manuseio e aplicação da pistola elétrica.

A aquisição desse armamento faz parte da política de investimentos do programa “Estado Presente”, que é o programa de segurança pública do governo capixaba. O investimento na infraestrutura e na tecnologia para o policial trabalhar é um dos pilares do programa.

O programa atua em 20 regiões consideradas mais críticas no Estado. Elas recebem mais atenção do governo com ações das diversas secretarias como social, saúde e segurança. Outro pilar é a recomposição do efetivo.

Em 2012 a Polícia Civil adquiriu, com recursos próprios, 750 pistolas calibre.40 e 60 sub-metralhadoras calibre .30. As novas pistolas substituíram os revólveres e pistolas calibre 380 que eram utilizadas pelos policiais civis. As pistolas calibre 380 foram doadas para os agentes da Guarda Municipal de Vitória.

Ainda em julho do mesmo ano, a Polícia Civil recebeu dois mil novos coletes balísticos que foram distribuídos entre os policiais de todas as delegacias do Estado.

Fonte: Site da Polícia Civil.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger