Empresário capixaba que foi parar na internet após roubar TV dentro de loja é preso em Goiás

Graças a um excelente trabalho de Inteligência realizado por investigadores da Delegacia de Polícia de Apiacá, no Sul do Espírito Santo, sob a direção do delegado Ricarte de Freitas Teixeira, foi preso o empresário Darcy Fernandes Júnior que estava  foragido. Darcy, que é morador de Itaoca, litoral do Sul capixaba, estava escondido na cidade de Formosa, em Goiás, localizada próxima a Brasília, onde foi preso pela Polícia Civil goiânia.


Policiais civis de Apiacá, com a ajuda dos policiais civis de Formosa, chefiados pelo delegado de Polícia de Goiás Felipe Guerrieri, montaram uma operação no sentido de capturar o empresário Darcy, o que acabou acontecendo no final da tarde de segunda-feira (26/05). No momento da prisão, Darcy encontrava-se em uma consulta médica no Hospital Municipal de Formosa e estava em companhia de sua mãe, a aposentada Heloísa Margareth, 70 anos, sua cúmplice no crime de furto.

O empresário capixaba Darcy ficou conhecido pelo furto espetacular que promoveu no dia 14 de abril deste ano. A ação do suspeito foi totalmente filmada pelo circuito interno de TV de uma loja localizada no centro de Apiacá, que foi vítima do furto.

O  vídeo foi divulgado em todo o Brasil e pode ser visto no youtube – é só digitar “Roubo em Apiacá” que todos terão acesso ao vídeo. As imagens mostram Darcy saindo de sua caminhonete e se aproximando da loja. Ele quebra uma das portas de vidro, entra no estabelecimento e carrega uma TV, e coloca dentro do veículo, onde sua mãe o espera. Ela presenciou toda a cena protagonizada pelo filho.

O delegado Ricarte Teixeira conseguiu, logo após a ação do empresário dentro da loja, autorização da Justiça para monitorar todas os passos de Darcy. A ordem foi dada pelo juiz de Apiacá, José Alvanir Rozendo do Nascimento. “Todos os passos do suspeito foram monitorados pela equipe de investigadores e ele acabou sendo localizados em Goiás”, disse o delegado capixaba.

Darcy encontra-se preso no Centro de Detenção de Formosa, onde ficará até ser transferido para um presídio capixaba, ficando a disposição da Justiça. Segundo o delegado Ricarte Teixeira, o empresário vai responder pelo furto qualificado e poderá pegar de dois a oito anos de prisão, caso seja condenado pela Justiça, além de estar respondendo por outros crimes cometidos na região de Apiacá.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger