Aclamado para disputar a reeleição, Renato Casagrande fala dos pilares de seu governo: “A transparência que adotamos mata o germe da corrupção e afasta os ratos do poder público”

Ao ter seu nome confirmado pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) para disputar a reeleição em outubro, o governador Renato Casagrande (PSB) fez, neste sábado (28/06), defendeu a renovação de seu mandato para que as melhorias alcançadas por sua gestão continuem nos próximos quatro anos. Casagrande disse que o governo do Estado hoje trabalha com transparência, como forma de “matar o germe da corrupção”, porque “a transparência afasta os ratos do poder público.”

Primeiramente, Casagrande agradeceu o apoio do povo capixaba, que foi solidário a ele e à sua família depois da morte de seu pai, Augustinho Casagrande, na quarta-feira. A pedido do governador, as mais de 2.500 pessoas que lotaram um dos auditórios do Centro de Convenções de Vitória, em Santa Lúcia, fizeram um minuto de silêncio em homenagem ao pai de Casagrande.

Depois, ele agradeceu o apoio de todos os partidos e suas lideranças que apoiam sua candidatura à reeleição. Agradeceu também o apoio e a presença do ex-governador Max Mauro na convenção.

“Saúdo a todos os partidos políticos que abraçaram a ampla aliança e que acreditam em nossa gestão. Saúdo a todas as pessoas que acreditam que nós continuaremos retirando do papel os projetos em prol do Estado, projetos que fizeram com que, nesses três anos e meio de governo, pudemos transformar sonhos em realidade. Saúdo a todos que acreditam que possamos continuar fazer política decente, para a melhoria da qualidade de vida de todos os capixabas”, disse Renato Casagrande.

Ele lembrou o 1º de janeiro de 2011, quando assumiu o cargo. “Assumi um compromisso com a sociedade capixaba, que era a de reduzir as desigualdades sociais e regionais no Espírito Santo; de gerar oportunidades a todos os 78 municípios capixabas. Na ocasião, eu disse que governar para ricos é fácil; difícil seria governar para os pobres, aqueles que nem podem chegar perto do Palácio e que não têm acesso aos deputados. Agora, posso dizer que cumprimos esse compromisso, que era o de governar para quem precisa. Fizemos, nesses três meses e meio, o maior investimento na história do Estado”, afirmou o governador.

Renato Casagrande revelou que seu governo realizou os maiores investimentos na saúde, educação, segurança pública e em ações sociais: “Fizemos o que não foi feito em governos anteriores. Adotamos uma política para que o Estado começasse a pagar sua dívida social”.

Neste ponto, Casagrande foi enumerando as conquistas de sua gestão: “Um dos grandes jornais do Estado (A Gazeta) publicou hoje que o Espírito Santo é o primeiro colocado em solução de inquéritos relativos a homicídios no País. Isso não é por acaso. Fizemos grandes investimentos na segurança pública. Em três anos e meio, contratamos mais de 4.500 policiais militares e civis. Em 2013, o Espírito Santo foi um dos três Estados que mais conseguiram reduzir o número de assassinatos. Em três anos e meio, nossos hospitais ganharam 1.260 novos leitos, enquanto a maioria dos estados fechou leitos. O Espírito Santo é o segundo Estado que mais conseguiu reduzir a pobreza. Qualificamos mais de 160 mil pessoas com cursos profissionalizantes de graça. Investimos R$ 1 bilhão em saneamento básico; levamos telefonia móvel e internet para todas as comunidades do interior”.

Casagrande lembrou que o ambiente em que assumiu o governo era desfavorável  devido à crise econômica que o mundo atravessava. Ressaltou ter enfrentado a antecipação do debate eleitoral.

Renato Casagrande enumerou os quatro pilares que caracterizam sua administração: gestão fiscal, transparência, responsabilidade e diálogo.

“Quanto à gestão fiscal, o Estado do Espírito Santo tirou nota ‘A’ dada pela Secretaria da Receita Federal, pois está com suas contas em dia. No pilar transparência, que adotamos nessa gestão, ocupamos a primeira colocação, de acordo com o instituto Contas Abertas. Um resultado fenomenal. A transparência é como o sol: mata o germe da corrupção. A transparência espanta ratos que querem abocanhar o dinheiro público. Agindo com transparência, controlamos com ética o dinheiro público”.

Quanto ao “pilar responsabilidade”, Renato Casagrande avisou que em momento algum sua gestão deixou de cumprir o que o governo anterior (de Paulo Hartung) deixou de obras e projetos: “Não paramos nenhuma obra e nenhum projeto do governo passado. Isso é responsabilidade, porque não se pode perder dinheiro público. Governamos sem olhar pelo retrovisor; não respondemos às provocações. Isso é governar com responsabilidade”. Por fim, Casagrande falou do “pilar diálogo”, o que, segundo ele, foi uma realidade em seu governo:

“Ninguém consegue governar senão tiver humildade, senão dialogar com as pessoas. A exigência e  a intolerância não se combatem com violência e sim com diálogo. No meio do ano passado, muitos apostaram que iríamos naufragar, mas enfrentamos tudo com diálogo. Todos os dias eu me levanto e peço a Deus que me capacite para continuar governando o Estado. Não é tarefa fácil. É desafiador quando e gente vê lideranças que poderiam estar com você, puxam para trás. Estabelecemos o diálogo com os demais poderes; jamais tivemos crise com Assembleia Legislativa, Ministério Público, Tribunal de Contas e nem com os municípios. Nenhum outro governador levou mais obras para os 78 municípios capixabas do que eu. Quando sou procurado por prefeito, jamais pergunto qual é o seu partido”.

Mais adiante, Renato Casagrande pediu o voto dos colegas de partido para disputar a reeleição: “Por isso é muito bom chegar nessa hora e ter a alma lavada e o coração leve por causa do sentimento do dever cumprido. Por isso chego aqui para dizer a vocês que vou para mais uma disputa para governar o Estado. Eu posso andar nas ruas e olhar para os olhos de cada capixaba e pedir seu voto. Podemos vislumbrar um futuro melhor”, afirmou o governador.

“É com o sentimento do dever cumprido que pedirei o voto de cada cidadão. Não construí minha candidatura em gabinetes, mas junto ao povo capixaba. É neste ambiente que procuraremos ter um futuro melhor. Além dos resultados aqui apresentados, nossa candidatura pode levar mais desenvolvimento para este Estado. Temos condições de, nos próximos quatro anos, fazer muito mais na educação, segurança pública, saúde e ações sociais”.

Ao final do discurso, Renato Casagrande foi aplaudido pelas mais de 2.500 pessoas que compareceram à convenção do PSB e teve seu nome aclamado pela multidão.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger