Entidades de classe dos policiais militares e civis agradecem ao governador Renato Casagrande pelas melhorias na segurança pública

O candidato pela coligação Pra Frente Espírito Santo, governador Renato Casagrande, se reuniu nesta quinta-feira (10/07) com representantes de entidades de classe dos policiais civis para um café da manhã. No encontro, realizado em um cerimonial em Camburi, Casagrande apresentou resultados de sua gestão na área de segurança pública. No final, ganhou o apoio dos dirigentes classistas, que agradeceram ao chefe do Executivo Estadual pelas melhorias na segurança pública durante seus três anos e sete meses de gestão. Casagrande já havia se reunido com lideranças dos policiais e bombeiros militares na terça-feira, de quem também recebeu apoio.

O candidato ao Senado pela coligação Pra Frente Espírito Santo, o delegado de Polícia Fabiano Contarato, também participou  do encontro de quinta-feira e elogiou a postura do governador Casagrande de abrir as portas de seu governo para a sociedade:

“Quando as pessoas me perguntam por que escolhi por estar nesta equipe, digo que é porque o governador Casagrande é o único disposto a discutir a segurança pública com a sociedade. Coragem e ousadia para enfrentar à criminalidade, com transparência e competência, é o que não faltam ao nosso governador”, ressaltou Fabiano Contarato.

Em sua fala, o governador Renato Casagrande agradeceu a presença dos dirigentes de todas as entidades presentes à reunião, como as Associações dos Fotógrafos Criminais; Escrivães;  Agentes de Polícia; Peritos Papiloscópicos; Peritos Criminais; Médicos Legistas; e Sindicatos dos Investigadores (Sinpol), Delegados (Sindelpo) e dos Policiais Civis (Sindipol).

“Esta semana comecei uma série de reuniões para apresentar nossos resultados. Iniciei com a segurança pública, porque esta área é uma de nossas prioridades número um. Já me reuni, na terça-feira, com representantes de entidades de classe dos policias militares. Outro motivo dessa reunião é para refletir com vocês os resultados obtidos nesses três anos e meio de governo e o que podemos ainda conquistar. Quando vamos para uma reeleição, temos que mostrar os resultados de trabalho, mas também temos que dar esperança no coração das pessoas”, disse Casagrande.

O governador mostrou às lideranças dos policiais resultados de outros setores de seu Governo, “responsável pelos maiores investimentos na história do Espírito Santo no que diz respeito ao volume de obras, entrega de equipamentos  para a agricultura, saúde, educação, tecnologia e segurança pública".


Presidente da Associação dos Peritos Criminais, Fernanda Silveira agradeceu o governador Casagrande pela recomposição do efetivo do setor: “Antes, tínhamos 74 peritos. Com Renato Casagrande, o quadro dobrou: ele abriu concurso público, nomeou mais 70 peritos e outros  sete já tiveram sua nomeação assinada. Também agradecemos pelo investimento  realizado por este governo na estrutura tecnológica da Perícia Criminal”, disse Fernanda.

O presidente do Sinpol, Júnior Fialho, lembrou que tem dois motivos para votar em Renato Casagrande. Primeiro, pela melhoria da segurança pública . Outro motivo é que o candidato a vice na chapa de Casagrande, Fabrício Gandini, é primo de Fialho.

Outros dirigentes falaram e fizeram reivindicações, como o estudo de um novo estatuto mais moderno para a Polícia Civil. No caso do Sinpol, Fialho agradeceu pela nomeação dos mais de 400 investigadores, ainda do concurso de 1993. Nomeação que tinha sido enrolada pelo ex-governador Paulo Hartung e que Casagrande teve disposição política e técnica para efetuar.

Júnior Fialho, no entanto, ressaltou que da turma de 93, ainda restam 120 candidatos para serem aprovados.
O governador Renato Casagrande ganhou, do presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sindipol), Jorge Emílio Leal, uma camisa do Botafogo autografada por jogadores do clube alvinegro.

Depois de ouvir e anotar todas as reivindicações,  Casagrande voltou a assumir o comando da reunião, afirmando que seu governo estará sempre aberto ao diálogo.

Na terça-feira, com os militares, Renato Casagrande já havia recebido apoio de dirigentes como o presidente da Associação de Cabos e Soldados da PM e do Corpo de Bombeiros, Flávio Gava, e do presidente da Associação de Subtenentes e Sargentos, Araújo da Asses. Ambos são candidatos em outubro: Gava concorre a uma vaga na Câmara Federal e, Araújo, a deputado estadual.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger