Sai Fabiano Contarato e entra o delegado Maurício da Rocha: Acaba a era do estrelismo na Delegacia de Delitos de Trânsito

O novo titular da Delegacia de Delitos de Trânsito da Polícia Civil do Estado do Espírito Santo, delegado Maurício Gonçalves da Rocha, e seu adjunto, delegado Alberto Roque Peres, já estão trabalhando a todo vapor. A nomeação dos dois foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (10/09). Primeiro ato dos dois novos delegados foi se reunir, em caráter informal, com a direção do Detran.

“Temos uma ligação muito boa e estreita com os servidores e diretores do Detran, que sempre nos ajudaram em nossas investigações quando estávamos na Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos”, afirmou o delegado Maurício da Rocha. “Também realizamos muitas blitzen juntos”, completou.

Ele assume o lugar do delegado Fabiano Contarato, que pediu para sair da DP de Delitos de Trânsito, na semana passada, depois de brigar com o diretor do Detran, Carlos Lopes, por causa da lista de motoristas com a Carteira Nacional de Habilitação suspensa pelo órgão. Contarato disse que a lista lhe foi negada, já o diretor geral do Detran, Carlos Lopes, afirma que o delegado tem livre acesso aos nomes dos condutores com a carteira suspensa ou cassada.

Inicialmente, Fabiano Contarato iria para a Divisão de Acompanhamento Processual, um dos setores da Corregedoria Geral da Polícia Civil. No entanto, o Diário Oficial não trouxe ainda a remoção do delegado. Na mesma edição desta quarta-feira, o Diário publica a transferência da delegada Cláudia Dematte de Freitas Coutinho, que era adjunta de Contarato na DP de Delitos de Trânsito, para a Delegacia Distrital de Jardim Camburi, em Vitória. Ela assume a vaga do delegado Manuel Torres Andrade, que vai para a DP Especializada de Acidente de Trabalho, mas em missão especial na DP de Furtos e Roubos de Veículos.

Outra mudança é a saída do delegado Nicolle Santiago Silveira, que estava na DP de Trânsito também, para a Delegacia de Crimes contra a Vida de Vitória.

Ao publicar as mudanças, o chefe de Polícia Civil explica está “considerando necessidade de implementar novas dinâmicas do Trabalho Policial; a necessidade de adequar perfil profissiográfico para melhor desempenho da atividade policial; o interesse da administração pública, para ajustamento da localização de servidores no Quadro Organizacional e à necessidade do serviço, na Unidade Policial abrangida”.

Os delegados Maurício  Gonçalves da Rocha e Alberto Roque Peres são responsáveis pela prisão de dezenas de pessoas envolvidas com roubos de carros no Estrado. Em várias operações, colocaram atrás das grades estudantes universitários e filhos de empresários, que passaram a liderar quadrilhas de assaltantes como forma de obter de forma criminosa mais riqueza.

Embora jovens, os dois têm uma grande experiência na área de Inteligência policial. O trabalho de Maurício da Rocha e Alberto Peres, no entanto, é bem diferente do que vinha sendo desenvolvido por Fabiano Contarato na DP de Delitos de Trânsito: eles não deixam de atender a imprensa, mas trabalham sem estrelismo.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger