Estado Presente: Programa de enfrentamento à violência criado por Renato Casagrande vira referência nacional e internacional

O plano de enfrentamento à violência do governo do Espírito Santo é referência internacional com boas práticas na redução de homicídios e nas ações de proteção social. Nos últimos dias, houve o convite para que o Programa Estado Presente seja apresentado durante congresso internacional que será realizado pelo Banco Mundial, em Antigua, Guatemala, nos dias 5 e 6 de novembro; e, ainda, a confirmação de que três ministros de Honduras estarão no Estado, também em novembro, para conhecer o programa e buscar bons exemplos para levar ao país deles.

“Os dois reconhecimentos mostram que estamos seguindo no caminho certo. E, também, que precisamos continuar avançando com as ações de prevenção e de enfrentamento à violência”, diz o secretário de Estado Extraordinário de Ações Estratégicas, Álvaro Duboc Fajardo, coordenador do Programa Estado Presente.

A conferência internacional “Together for Action” (Juntos para Ação) vai falar sobre a importância de projetos focados na prevenção da violência juvenil nas Américas. Essa será a terceira atividade internacional em que o Estado Presente vira referência a outros países: o plano foi apresentado na Colômbia e no México, no primeiro semestre deste ano.

Para a visita da comitiva de Honduras, o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) quer apresentar as ações do Espírito Santo direcionadas para a prevenção à violência e de policiamento comunitário. Os projetos foram avaliados pela ONU como referência para que Honduras possa implantar o plano nacional de combate à violência, com foco no tráfico de drogas, como prevê o presidente Juan Orlando Hernandez.

Nacionalmente, o plano estadual de enfrentamento à violência terá ações citadas no Compêndio de Boas Práticas na Gestão da Segurança Pública no Brasil, que a Secretaria Nacional de Segurança Pública está produzindo a pedido do Ministério da Justiça. Uma equipe de pesquisadores e consultores do Ministério da Justiça esteve no Estado nos dias 18 e 19 deste mês e conheceu parte dos projetos realizados pelo governo do Espírito Santo na área de segurança pública.

Além disso, o Estado conquistou, também neste mês, a aprovação final do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o investimento de U$ 76 milhões em projetos e ações voltadas para o enfrentamento à violência juvenil para os próximos cinco anos. O financiamento inclui a contrapartida do Estado.

“São quatro retornos importantes ao nosso trabalho que nos ajudam a continuar em frente e a acreditar que é possível continuar com a redução dos índices de violência, no Estado. Já são quatro anos seguidos de queda no total de homicídios e trabalhamos para continuar reduzindo”, frisa o secretário Duboc.

(Com informações da Assessoria de Comunicação da Seae). 

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger