Futura e A Gazeta erraram em pesquisas eleitorais de 2012 na capital; A Tribuna e Enquet acertaram na vitória de Luciano Rezende

Uma rápida pesquisa nos arquivos dos jornais A Tribuna e A Gazeta serve para explicar que pesquisa eleitoral no Estado sempre foi cercada por polêmica. Porém, com vantagem para A Tribuna  quando o assunto é credibilidade. Afinal, o jornal, que trabalha com a Enquet, acerta muito mais do que seu concorrente e não deixa margem para dúvidas. As pesquisas encomendas por A Gazeta, feitas geralmente pelo Instituto Futura, costumam sempre deixar dúvidas para os leitores e eleitores.


A Gazeta insiste, no atual pleito, que o candidato Paulo Hartung (PMDB) vencerá no primeiro turno na disputa para o governo do Estado. Dá a Hartung diferença de 22 pontos em relação ao seu principal adversário, o atual governador Renato Casagrande (PSB), que disputa a reeleição.

Claro que tanto A Gazeta quanto o Futura jamais vão lembrar os erros que cometeram no passado. Aliás, passado recente. Nas eleições municipais de  Vitória em 2012, que elegeu Luciano Rezende (PPS) como prefeito, A Gazeta e o Futura diziam que ele perderia no primeiro turno para Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB).

O resultado das urnas contrariou as duas empresas. No primeiro turno, Luciano Rezende teve 73.757 votos, o equivalente a 39,14% dos válidos. Luiz Paulo recebeu 69.143 votos, o que corresponde a 36,69% dos votos válidos.

Os dois foram para o segundo turno. Mais uma vez, Luciano Rezende sofreu. Na última pesquisa Futura, também encomendada pela Rede Gazeta, divulgada no dia 27 de outubro (véspera das eleições municipais) na TV Gazeta, CBN e Rádio Gazeta AM e no site Gazeta Online, Luiz Paulo tinha 51,5% dos votos válidos e Luciano Rezende, 48,5%. No dia seguinte – 28 de outubro –, data do pleito, o jornal A Gazeta estampou na capa o resultado da pesquisa, informando que Luiz Paulo seria o novo prefeito de Vitória – cargo, aliás, que ele já havia ocupado por dois mandatos seguidos.

Luiz Paulo, seus amigos e correligionários comemoraram a “vitória” antecipada. Passaram boa parte da noite anterior ao dia da eleição saboreando uma deliciosa moqueca capixaba e tomando cerveja, vinho e uísque no Restaurante Pirão, no Triângulo das Bermudas, na Praia do Canto, em Vitória.

Um dia antes da comemoração, o jornal A Tribuna já havia divulgado sua pesquisa, encomendada à Enquet: dava 56,4% a Luciano Rezende e 43,6% para Luiz Paulo. A Tribuna teve coragem e inovou no aspecto jornalístico. Sabedor da pesquisa duvidosa do Futuro/A Gazeta, A Tribuna republicou a pesquisa no dia da eleição, informando, porém, que se tratava de algo que já havia sido divulgado anteriormente pelo jornal.

Enquanto Luiz Paulo e sua turma comemoravam a “vitória” no Pirão, o presidente do PSDB, deputado federal César Colnago – que é candidato a vice-governador na chapa de Paulo Hartung –, procurava a Justiça Eleitoral na tentativa de impedir que A Tribuna publicasse nova reportagem sobre a pesquisa.

Colnago não obteve sucesso. No entanto, já no início da manhã de domingo ele e demais cabos eleitorais do PSDB saíram às ruas e conseguiram comprar centenas de exemplares de A Tribuna, para impedir que a maior parte dos eleitores confrontasse  as duas pesquisas.

Enquanto isso, A Gazeta aumentou sua tiragem do dia 28 de outubro e, de forma corajosa e ousada, distribuiu gratuitamente jornais no domingo para moradores de Vitória.

A população de Vitória mostrou, todavia, que não acredita em pesquisas duvidosas. Foi às urnas e elegeu Luciano Rezende, que teve 52,73% dos votos válidos. Já Luiz Paulo, que acreditou nas pesquisas Futura/A Gazeta cegamente, teve 47,27% dos votos válidos e perdeu a eleição. Uma demonstração de que pesquisa eleitoral é feita para criar um ambiente artificial e não verdadeiro.

Há ainda mais motivos para se duvidar de pesquisas eleitorais. A Associação dos Jornais Diários do Interior concluiu, recentemente, pesquisa em todo o Estado. Mas decidiu não publicá-la. Motivo alegado: uma pane no computador da entidade fez desaparecer todos os dados da pesquisa. Fontes ligadas à entidade informam que a pesquisa dava vitória a Renato Casagrande entre os eleitores do interior.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger