Governador espera resolver questão do saldo orçamentário para nomear mais 20 delegados de Polícia Civil

O governador Renato Casagrande (PSB) informou nesta terça-feira (09/12) que em uma semana resolverá a questão do saldo orçamentário do Estado para decidir sobre a nomeação de mais um grupo de 20 delegados de Polícia Civil, aprovados no concurso de 2013.

No dia 24 de abril deste ano, Casagrande já havia nomeado 40 delegados. Mais recentemente, em 17 de setembro, ele nomeou outros 25 profissionais, que já iniciaram o curso na Academia de Polícia Civil (Acadepol).

O concurso, inicialmente, previa apenas três vagas, mas o governador Renato Casagrande,  reconhecendo a necessidade de se aumentar o efetivo de delegados, acabou convocando um número maior do que estabelecia o edital número 001/2013, de 24 de janeiro do ano passado:

“Creio que em mais ou menos uma semana estaremos resolvendo a questão orçamentária. Não se trata de problemas financeiros, mas sim de questão de saldo orçamentário. Depois disso, penso que poderemos nomear os 20 nomes que ainda restam”, disse Casagrande ao Blog do Elimar Côrtes, após solenidade que marcou o lançamento dos Planos Municipais de Prevenção de Violência Letal Contra Adolescentes e Jovens, no Palácio Anchieta.

O governo Casagrande é o que mais investiu no efetivo das polícias do Espírito Santo em todos os tempos. Ao assumir em janeiro de 2011, ele encontrou a Polícia Civil com 1.407 servidores – entre delegados, escrivães, investigadores, agentes de Polícia, peritos criminais, médicos legistas e outros – e deixará com 1.966, um aumento de 72%. Na Polícia Militar, o crescimento do efetivo é de 54%, passando de 4.098, em janeiro de 2011, para 7.547 em dezembro de 2014. O Corpo de Bombeiros tem uma evolução de 32% em seu contingente: passou de 339 militares, para 1.052, entre praças e oficiais.

(Foto: Secom/Arquivo)


 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger