Delegado escapa de assalto, ajuda a prender bandido e critica o Código de Processo Penal: “Agora ele está preso, mas até quando?”

O secretário de Cidadania e Direitos Humanos do Município de Vitória, o delegado de Polícia Civil Marcelo Nolasco, escapou de um assalto na noite de desta terça-feira (13/01), na Rodovia do Sol, em Vila Velha. Ele manteve a calma e serenidade e continuou dirigindo seu carro até o posto do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar da Barra do Jucu, onde comunicou o fato aos policiais de plantão. Foi realizado um cerco na região e a PM acabou prendendo o suspeito no mesmo semáforo onde o delegado conseguiu escapar da ação criminosa.

Marcelo Nolasco passava com seu carro pelo sinal luminoso em frente à Embratel, logo após Coqueiral de Itaparica. Segundo ele, o bandido simulou estar armado, colocando uma mão sobre um volume que havia sob a camisa. Esse mesmo bandido bateu forte, com a outra mão, várias vezes contra o vidro do lado do motorista do carro de Marcelo Nolasco, enquanto fazia o sinal (chamando) mandando o delegado entregar o celular.

“Avancei o sinal vermelho e fui até o Posto da PRE da Barra do Jucu. Os militares foram rápidos e efetuaram a prisão do assaltante ainda no mesmo local. Com ele, foram encontrados dois bonés, um que usava na cabeça e o outro sob a camisa, para simular a arma”, relatou o secretário e delegado Marcelo Nolasco, em sua página no facebook, ao chegar na 2ª Delegacia Regional (antigo DPJ de Vila Velha), onde foi lavrado o flagrante de tentativa de assalto.

Foi constatado que o suspeito preso já tem passagem pela polícia pela prática de outros roubos. O desta terça-feira foi sua terceira ação em flagrante. Em sua página no facebook, o delegado e secretário de Cidadania e Direitos  Humanos Marcelo Nolasco agradeceu a Deus pelo fato de estar desarmado no momento da abordagem: “Não podemos nos omitir. Após ser preso o assaltante pediu mil perdões, se fazendo de vítima e dizendo que estava apenas pedindo. Só que chega no DPJ, olha a ficha do sujeito... dois 157 (roubo) nas costas.... este é o terceiro”, pontua Marcelo Nolasco.

Muitas pessoas mandaram mensagem de parabéns ao delegado e de agradecimento  a Deus por Marcelo Nolasco ter se saído bem e não ter sofrido nenhum tipo de violência física. No entanto, outros lamentaram o fato do delegado não ter atirado no assaltante. Para os que têm sede de vingança, o delegado Érico De Almeida Mangaravite, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, fez a seguinte ponderação por meio de um comentário curto e objetivo no facebook:

“O colega (Marcelo Nolasco) está bem e o bandido está preso. Isso é o que realmente importa. Graças a Deus.”

Por fim, o delegado Marcelo Nolasco agradeceu o apoio recebido,  parabenizou as Polícias Militar e Civil por seu trabalho e  criticou o benevolente (com os bandidos) Código de Processo Penal Brasileiro:

“Obrigado a todos os amigos e amigas pelo apoio. Obrigado às Polícias Militar e Civil por exercerem seu mister com profissionalismo e comprometimento. A crítica que tenho a fazer é ao sistema processual penal brasileiro, que permite que criminosos 'reincidentes' permaneçam soltos e cometendo novos crimes. Agora ele está preso, mas até quando?”

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger