Mudanças vão deixar a Polícia Civil mais dinâmica e célere: Nova chefe corrige injustiças do passado

A nova chefe de Polícia  Civil, delegada Gracimeri Vieira Soeiro de Castro Gaviorno, já deu mostra de que não comunga com injustiças na Administração Pública e é defensora da meritocracia. Em seu primeiro dia de trabalho, fez várias mudanças na estrutura da instituição, privilegiando, sobretudo, delegados operacionais. Nesse sentido, ela nomeou os delegados Josemar Antônio Sperandio e Júlio César Oliveira Silva para ocuparem superintendências e fez outras alterações com o objetivo de tornar a Polícia Civil mais dinâmica e célere em sua atividade-fim, que é a investigação de crimes.

Pela primeira vez, Josemar Sperandio, que até então era o chefe da Divisão de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio – ele já comandou também a Delegacia de Crimes Contra a Vida da Serra –, assume uma superintendência: ela passa a ser o chefe da Superintendência de Polícia de Ações Estratégicas e Operacionais.

Já o delegado Júlio César Oliveira, que chefiava a 2ª Delegacia Regional (antigo DPJ de Vila Velha), volta a chefiar uma superintendência, depois de quatro anos afastado da cúpula da Polícia Civil por puro capricho da ex-chefia. Júlio César, que foi parar em Viana depois que deixou a chefia de Polícia Civil no início do governo de Renato Casagrande – em seu lugar entrou Joel Lyrio Júnior –, é agora o novo comandante da Superintendência de Polícia Prisional (SPP), responsável pelo grupo de capturas de criminosos.

Vinha sendo comum, na Polícia Civil do Estado do Espírito Santo, a chefia que entra mandar para o ostracismo o chefe que sai. Na Polícia Militar, o comandante geral, se não tiver tempo para ir para a reserva, sempre é nomeado para um setor estratégico, como forma da Administração Pública contar com sua experiência. Na Polícia Civil, era diferente: ao assumir o comando da instituição, no início de 2011, Joel Lyrio mandou o delegado Júlio César Oliveira para Viana; depois, o transferiu para Vila Velha.

Assim, Júlio César Oliveira ficou impedido de integrar o  Conselho Especial de Polícia Civil, embora seja delegado de Classe Especial – o topo da carreira. Ele passou os quatro anos sem reclamar, mas teve seu trabalho reconhecido pela categoria, ao ser eleito, em dezembro, como nome indicado ao governador Paulo Hartung para voltar a chefiar a Polícia Civil.

A nova chefe da instituição, delegada Gracimeri Soeiro, demonstra, assim, senso de justiça e  modernidade. Está em sintonia com o atual governo, que é o de valorizar a competência e eficiência profissional, em detrimento de rugas pessoais. Pensando dessa forma, ela promove outras alterações, conforme publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (16/01), “considerando o interesse da Administração Pública para ajustamento de localização e à necessidade de serviço.”

Como fica:

Glória Regina da Silva Menezes Assessora de Relações com a Comunidade

Joel Lyrio Júnior Superintendência de Tecnologia da Informação e Comunicação

José Darcy Santos Arruda Superintendência de Polícia Especializada

Guilherme Daré de Lima Divisão de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio

Josemar Sperandio Superintendência de Polícia de Ações estratégicas e Operacionais

Cláudio Victor Superintendência de Polícia Metropolitana

Danilo Bahiense Superintendência de Polícia Técnico-Científica

Júlio César Oliveira Superintendência de Polícia Prisional


 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger