Ledir Porto, o ex-secretário de Defesa Social na Serra e em Vila Velha, busca novo desafio: a preservação da vida por meio da água e da terra em Viana

Bacharel em Administração e Pesquisador Associado do Núcleo de Estudos Indiciários do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), o capixaba Ledir Porto é um intrépido. Por mais de sete anos, esteve à frente de duas Secretarias de Defesa Social (Segurança Pública): Serra e Vila Velha. Por quase dois anos, foi o Coordenador Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas no governo de Renato Casagrande, responsável pela criação do Programa Rede Abraço, que tem o objetivo de ajudar dependentes químicos e seus familiares, inclusive com internação voluntária. Passou grande  parte, portanto, de sua carreira profissional em defesa da vida, na luta diária por uma segurança pública melhor.

Esse cidadão “intruso” no meio da segurança pública, cujo círculo é quase que fechado a operadores das forças policiais e do sistema de Justiça (leia-se Ministério Público) continua quebrando paradigma. Ledir Porto continua em defesa da vida, agora em outro ramo: é o novo secretário de Agricultura do Município de Viana:

“Já está havendo uma mudança de foco, mas o objetivo é o mesmo: a preservação da vida. Antes, eu lidava com operadores de segurança pública e pessoas dependentes químicas (drogas e bebidas). Agora, passo a atuar com produtores rurais e o meio ambiente. De todo modo, continuo em busca da preservação da vida, porque a água é vida; terra também é vida. Tendo os dois em sintonia com a natureza, quem sairá ganhando é a população”, diz Ledir Porto.

Ele sabe que tem um grande e belo desafio pela frente: “O que me atraiu foi o desafio da crise da água e a necessidade de fomentarmos uma política pública que de fato possa trazer resultados positivos para a população. O foco, todavia, continua sendo a vida”, afirma o novo secretário de Agricultura de Viana.

Ledir Porto tem um espírito inovador e empreendedor. Foi assim como secretário de Defesa Social na Serra e Vila Velha, onde se tornou o primeiro gestor municipal a levar para as duas cidades serviço de videomonitoramento, tornando-se mais uma ferramenta em favor da luta contra a criminalidade e de apoio às forças policiais.

Quando foi responsável pela Coordenação Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas – que está vinculada à Secretaria de Governo –, até meados de 2014, Ledir Porto criou a Rede Abraço e instituiu diversas ações. Uma das mais importantes é o Centro de Acolhimento para Dependentes Químicos do Estado que, em seis meses de sua gestão, realizou mais de 4.600 atendimentos e colocou, em clínicas terapêuticas, quase mil pessoas. A Rede Abraço foi criada para ampliar a oferta de serviços de prevenção e cuidado para pessoas em situação de uso indevido de drogas e suas famílias.

Ledir Porto foi vereador em Viana, de 2001 a 2004, e esteve à frente da Secretaria de Defesa Social da Serra entre 2005 e 2008.  De 2009 a 2012, ele foi o secretário de Defesa Social de Vila Velha e, em 2013 e 2014, Coordenador Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas.

“Minha formação acadêmica é Administração. Todo gestor público tem como meta os resultados. Por isso, aqui em Viana, estaremos, com a ajuda do prefeito Gilson Daniel e de todo Governo Municipal, é investir na política de sustentabilidade”, pontuou Ledir Porto.

Secretaria vai fazer diagnóstico das nascentes em Viana

Todas as nascentes de Viana serão mapeadas para viabilizar o reflorestamento das encostas e promover, desta forma, a conservação da água no município, que é cortado pelos rios Jucu e Formate, grandes responsáveis pelo abastecimento de água em várias cidades do Espírito Santo.

A medida faz parte do Programa Reflorestar Viana que atuará em conjunto com o Reflorestar do governo do Estado. O trabalho tem início com o treinamento da equipe da Secretaria de Agricultura, em conjunto com o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (IDAF), Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e Instituto de Meio Ambiente (Iema).

As secretarias de Desenvolvimento Sustentável e Defesa Social de Viana também estarão presentes nesta parceria para dar o suporte necessário durante as ações. “Essa semana teremos, inicialmente, um treinamento, e, logo em seguida, iniciaremos o trabalho de campo, que conta com a busca e diagnóstico de todas as nascentes da cidade”, explica Ledir Porto.

Após o diagnóstico das nascentes, serão produzidas mudas por meio de parcerias resultando no plantio nas encostas dos rios e demais áreas de preservação. Para a realização deste trabalho, a secretaria dará todo o suporte necessário (como adubo) para os produtores rurais; e, juntos, será possível a preparação e recuperação do solo, para então realizar o replantio em locais em que a terra está adequada.

Todo o estudo e também a análise, tanto do volume das nascentes quanto da preparação do solo, serão usados para uma nova perspectiva: a construção de barragens na área rural, uma forma de conservar a água das nascentes de Viana.

O ‘Programa Reflorestar’ foi lançado pelo governo do Estado em 2011. O objetivo principal é recuperar e preservar a mata atlântica, as encostas dos rios (o que garante uma disponibilidade maior de água) e o solo, além de criar uma parceria primordial entre município e produtores rurais.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger