Papiloscopista da Polícia Federal no Espírito Santo tem mais um artigo publicado em revista internacional

O papiloscopista federal Carlos Magno Girelli teve mais um artigo publicado em uma revista internacional. O texto intitulado "Comparison of practical techniques to develop latent fingermarks on fired and unfired cartridge cases" foi divulgado pela Forensic Science International, da renomada editora Elsevier. Esse ano, já é o segundo artigo reconhecido por uma revista internacional d eum papiloscopista brasileiro.

Segundo Girelli – ele é lotado na Superintendência Regional da Polícia Federal no Espírito Santo –, o trabalho, que é parte da tese de seu doutorado em Física, foi conduzido por dois meses, juntamente com o papiloscopista Bernardo Lobo, no Setor de Perícias do Instituto Nacional de Identificação, em 2013. É baseado na identificação de suspeitos com base em impressões latentes reveladas em cartuchos.

A problemática, por uma série de motivos, não há consenso quanto ao melhor método de revelação a ser empregado. O objetivo da pesquisa era verificar qual técnica, dentre as disponíveis, apresenta melhores resultados para essa revelação, considerando as particularidades do nosso país, podendo estabelecer um padrão de conduta para processamento das evidências.

Carlos Magno Girelli afirma que os experimentos foram realizados em discos de latão (mesmo material dos cartuchos) e em cartuchos deflagrados e não deflagrados, sob diversas condições, em um total superior a mil amostras. A análise permitiu determinar a melhor sequência a ser empregada para revelação das impressões.

Além disso, os resultados dos experimentos contribuíram levando a um maior entendimento dos fenômenos que ocorrem durante o disparo e seus efeitos sobre a quantidade e qualidade das impressões remanescentes nos cartuchos deflagrados, justificando assim o baixo índice reportado na literatura de casos de identificação de suspeitos nessas situações.

Em janeiro deste ano, o periódico científico Journal of Forensic Identification publicou um trabalho escrito pelo mesmo papiloscopista federal Carlos Magno Alves Girelli. O jornal é um dos mais importantes do mundo na área de impressões digitais.

O artigo, intitulado "Laterally Reversed Fingerprints Detected in Fake Documents" ("Impressões Lateralmente Revertidas Detectadas em Documentos Falsos"), relata um caso analisado pelo Grupo de Identificação da Superintendência Regional no Espírito Santo, envolvendo supostos crimes de fraude contra uma instituição bancária, mediante uso de documentos falsos. Mais de 100 cópias de documentos de identidade foram reunidas e enviadas para exame de impressões digitais.

Sobre o primeiro trabalho de  Carlos Magno Girelli publicado em mídia internacional, leia o link http://elimarcortes.blogspot.com.br/2014/12/papiloscopista-da-policia-federal-tem.html

(Com informações também do site da Federação Nacional dos Policiais Federais)
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger