Polícia Militar ameaça prender policial que gastar mais de R$ 50,00 de gasolina com viatura

A Polícia Militar está ameaçando até de prisão os policiais que descumprirem a ordem de reduzir custos com combustíveis de viaturas. A Comunicação Interna de número 257/2015, elaborada pelo Comando da 1ª Companhia do 9º Batalhão da PM (Cachoeiro de Itapemirim), distribuída aos militares da unidade, estipula em R$ 50,00 por dia o valor a ser gasto com cada viatura.

Na CI (foto ao lado), assinada pelo subcomandante da 1ª Companhia, 2º tenente Rogério da Costa Schenerock, vem o seguinte alerta: “Qualquer abastecimento acima do valor, sem autorização do CPU, está sujeito a sanção disciplinar”. Significa que o militar que descumprir a orientação está sujeito a um Processo Administrativo Disciplinar (PAD). O resultado do PAD é que vai estabelecer se o militar cometeu ou não alguma transgressão da disciplina. Se for considerado culpado, dependendo do delito, pode ficar recolhido no quartel por até 30 dias.

A CI foi fixada na sede da Companhia na sexta-feira passada (08/05). A 1ª Cia atende todo município de Cachoeiro (Sede, bairros e zona rural). Policiais (praças e oficiais) ouvidos pelo Blog do Elimar Côrtes informaram que, devido à ameaça de prisão e a redução da cota de  combustíveis, as viaturas passaram a rodar bem menos. No interior de Cachoeiro, as guarnições somente saem dos Destacamentos Policiais Militares mediante “ocorrências graves”.

A cota de R$ 50,00 é diária e para cada viatura. Cada veículo, porém, costuma rodar até 200 quilômetros por dia na área de Cachoeiro. O 9º BPM ainda atende os municípios de Muqui e Mimoso do Sul, por meio da 2ª Companhia, e Castelo, pela 3ª Companhia.

A região atendida pelo 8º Batalhão (Colatina) também sofre com o mesmo problema. Em documento (diferente do de Cachoeiro, o ofício de Colatina não é assinado) entregue aos comandantes de unidades na semana passada, a PM orientou como deve ser o uso de combustíveis nas viaturas. A redução da cota de combustíveis chega ainda às áreas do 6º BPM (Serra) e 12º BPM (Linhares) e 10ª Companhia Independente (Anchieta), de acordo com policiais ouvidos pelo Blog do Elimar Côrtes.

Em Colatina, as viaturas da Ronda Ordinária – policiamento 24 horas – agora só podem rodar entre 25 quilômetros (bairro Vila Lenira, por exemplo) e 40km no período diurno, como é o caso do bairro São Silvano. À noite, as viaturas podem rodar até 40 quilômetros (veja foto ao lado).

Em 21 de janeiro, o Blog do Elimar Côrtes informou em primeira mão sobre os cortes de dinheiro na segurança pública do Estado, que atingiram as polícias Civil e Militar. Na mesma postagem, o blog informou sobre a suspensão de pagamento de diárias e a redução na cota de combustíveis para as viaturas.

Quase um mês depois, A Gazeta entrou no assunto. Porém, o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, André Garcia, na mesma ocasião, negou que houvesse redução de combustíveis. Atribuiu a informação dada pela própria PM à “falha de comunicação.”

Diante dos dois documentos obtidos agora com exclusividade pelo Blog do Elimar Côrtes, nota-se que o problema não está exatamente na “falha de comunicação.” O Comando Geral da PMES está, de fato, cumprindo ordem do governo do Estado.

 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger