Aliada do prefeito Rodney Miranda é a nova corregedora geral de Polícia Civil do Espírito Santo

Ex-secretária de Prevenção, Combate à Violência e Trânsito da Prefeitura Municipal de Vila Velha, a delegada Fabiana Maioral Foreste é a nova corregedora geral de Polícia Civil do Estado do Espírito Santo. Entra no lugar do delegado João Batista Calmon. O Diário Oficial do Estado traz ainda em sua edição desta terça-feira (30/06) mais mudanças, que têm a finalidade de aumentar e melhorar a operacionalidade da Polícia Civil.

Fabiana Maioral deixou seu cargo em Vila Velha há uma semana. Ela é aliada de carteirinha do prefeito de Vila Velha, o delegado de federal aposentado Rodney Miranda, desde que ele chegou ao Espírito Santo, em 2003, para ser o secretário Estadual da Segurança Pública. Com Rodney Miranda, Fabiana Maioral ocupou cargos importantes na estrutura da Sesp. Perdeu espaço quando Renato Casagrande se tornou governador. Porém, não ficou desamparada. Assim que assumiu o cargo de prefeito – em janeiro de 2013 –, Rodney Miranda convidou a delegada para ser a xerife da segurança pública em Vila Velha.

O antecessor de Fabiana Maioral na Corregedoria, João Batista Calmon, vai assumir a Superintendência de Ações Estratégicas e Operacionais da Polícia Civil, onde estava o delegado Josemar Antônio Sperandio. Por sua vez, Sperandio vai para a Superintendência de Polícia Especializada (SPE) no lugar do delegado José Darcy Arruda , que passa a ser o novo titular da Divisão de Crimes Fazendários – uma unidade totalmente sem estrutura.

Com Josemar Sperandio à frente da SPE, a Polícia Civil ganha em agilidade e tem possibilidade de melhorar sua capacidade operacional. Por onde passou, o delegado Josemar Sperandio – seja na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa e Divisão de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio – realizou excelente trabalho.

A chefe de Polícia, delegada Gracimeri Soeiro Gaviorno, fez ainda outras mudanças e localizou novos delegados, recém nomeados, para delegacias do interior.

A missão 'quase' impossível de Arruda

O delegado José Darcy Arruda sempre esteve, nos últimos quase cinco anos, na estrutura maior da cúpula da segurança pública. Foi chefe de Gabinete do ex-chefe de Polícia, Joel Lyrio Júnior, corregedor-geral da PC e subsecretário de Inteligência da Sesp. Com sua experiência administrativa, tem a chance de sensibilizar os atuais gestores da Sesp (da qual ele fez parte) e da Polícia Civil a melhorar as precárias estruturas da Divisão de Crimes Fazendários. Uma missão quase impossível, porque o Estado não deve estar muito preocupado com a  unidade que, em tese, combate sonegação fiscal e outros crimes tributários.
 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger